Fonte: OpenWeather

    Brasileirão


    Em meio a indefinições, Fla inicia Brasileirão neste sábado, às 18h

    Primeira rodada do Brasileirão terá um Flamengo ainda sem técnico e com anúncio de saída de jogadores

    Para o goleiro, as incertezas quanto ao comportamento do Flamengo na competição nacional, após cair na semifinal do Estadual para o Botafogo, não existem internamente. | Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

    Salvador - Ainda sem técnico definido e perto de concretizar a venda do meia Everton para o São Paulo, o Flamengo estreia no Campeonato Brasileiro neste sábado (14), às 18h, diante do Vitória, no estádio Barradão, em Salvador, para esquecer o fracasso recente no Campeonato Carioca.

    A permanência de Everton ainda é incerta no clube carioca. Porém o jogador pediu para não viajar e será desfalque certo para o duelo inicial do time rubro-negro na capital baiana. As conversas com o São Paulo estão adiantadas - as bases salariais já estariam, inclusive, acertadas - e o clube paulista se mostrou disposto a pagar a multa rescisória do jogador, de cerca de R$ 16 milhões, para trazê-lo ao Morumbi.

    Sem Everton, o Flamengo deverá voltar a ser escalado com dois volantes - Cuellar e Willian Arão. À frente deles estarão Everton Ribeiro, Lucas Paquetá e Diego, que têm o papel de municiar Henrique Dourado, artilheiro do Brasileirão no ano passado ao lado de Jô, do Corinthians. Vinícius Júnior pode pintar como surpresa entre os titulares.

    Leia também: Diego Alves esquece libertadores e pede foco no Brasileirão

    Outra indefinição no Flamengo se refere ao comando técnico do clube. Após demitir Paulo César Carpegiani, a diretoria saiu em busca de um novo treinador, mas, por enquanto, não teve sucesso no mercado. O sonho de consumo era Renato Gaúcho, mas ele optou pela permanência no Grêmio, assim como Abel Braga, que segue no Fluminense.

    Diante da dificuldade de trazer um treinador, o auxiliar e agora interino Maurício Barbieri será testado nas primeiras rodadas e pode ser efetivado, dependendo do desempenho da equipe. Um ponto a favor é a confiança do elenco em relação ao seu trabalho. "Muito estudioso, gosta de trabalhos intensos, pressão, compactação. A primeira impressão é de um cara tranquilo, seguro do que está fazendo. Inteligente, jovem, que também quer conquistar seus objetivos", disse o goleiro Diego Alves em entrevista coletiva.

    Para o goleiro, as incertezas quanto ao comportamento do Flamengo na competição nacional, após cair na semifinal do Estadual para o Botafogo, não existem internamente. "Aqui sabemos o que somos, o que podemos fazer em campo. Começa uma outra competição. A interrogação depende do ponto de vista. Se for por parte da imprensa, a gente aceita, não dá para evitar esse tipo de opinião. Em relação a nós, aqui dentro, não existe nenhum ponto de interrogação", garantiu.

    Nesta sexta-feira (13), o time treinou pela última vez antes da viagem a Salvador. Na atividade, houve trabalho com bola e muita conversa por parte de Maurício Barbieri. Ao final dos trabalhos, um treino de finalizações para afinar a pontaria. O zagueiro Rhodolfo e o atacante colombiano Berrío, que se recuperam de lesão, fizeram trabalhos específicos, separados dos demais companheiros.

    Edição: Lívia Nadjanara

    Leia mais:

    Jornalistas sequestrados por membro das Farc foram assassinados

    Trump anuncia ataque à Síria

    Regime de Assad foi responsável por ataque químico na Síria, diz Macro