Fonte: OpenWeather

    seleção


    CBF não vai divulgar os 12 jogadores suplentes para a Copa do Mundo

    O técnico da seleção disse que a lista não sairá para 'evitar burburinhos'

    A lista com 35 nomes tinha de ser entregue até segunda (14) à Fifa
    A lista com 35 nomes tinha de ser entregue até segunda (14) à Fifa | Foto: Divulgação

    Tite revelou que fechou a lista dos 12 suplentes pouco mais de meia hora antes de fazer o anúncio oficial dos convocados para a Copa do Mundo na Rússia. Mas o martelo sobre a lista dos 23 só foi batido um pouco antes disso. O treinador já tinha a definição desde o dia anterior. Mesmo assim, dentro de seu preceito de ser o mais justo possível e de ouvir a opinião de todos os seus pares, submeteu os nomes a eles na manhã de segunda-feira (14).

    Tite está convicto de que fez as melhores escolhas. Até mesmo Taison, nome que causou mais estranheza, ele garante ter certeza de que poderá ser muito útil. A CBF não está, a princípio, disposta a revelar a lista dos 12 suplentes.

    Leia também: Veja as convocações anunciadas por Tite nesta segunda-feira (14)

    “É para não causar mais burburinho, para não ficarem dizendo que alguém da lista de 12 deveria estar no lugar de um dos 23, por exemplo”, disse o coordenador de seleções, Edu Gaspar. Mas dois nomes já são conhecidos: Dedé e Neto.

    O zagueiro, apesar de jamais ter sido convocado por Tite, por ser um exemplo de superação. “Ele merece, pelo trabalho de superação (de várias contusões) que vem fazendo”, revelou Tite. O outro é o goleiro Neto. Este foi o “jogador das 13h30” a que Tite se referiu na entrevista.

    O médico Rodrigo Lasmar revelou que ele não jogou pelo Valencia no último final de semana por causa de uma contusão, mas é “algo simples”. A lista com 35 nomes tinha de ser entregue até ontem à Fifa. Agora, no dia 4 de junho, a CBF tem de enviar a relação definitiva, com os 23.

    Depois disso, se algum jogador sofrer lesão grave, poderá ser substituído até por alguém que não esteja na lista suplementar dos 12. O anúncio dos convocados para a Copa do Mundo foi assistido por vários dirigentes da CBF, entre eles o atual presidente, Antonio Carlos Nunes, e o futuro, Rogério Caboclo, que assume em abril de 2019.

    Taison e Fred

    Embora a lista de Tite tenha tido poucas surpresas, dois nomes não eram favoritos: o meia Fred e o atacante Taison, ambos do Shakhtar Donetsk. A convocação fechou uma semana especial para os dois. Em cinco dias, eles venceram o Campeonato Ucraniano e a Copa da Ucrânia.

    “Foi uma semana abençoada, com dois títulos pelo Shakhtar e agora esse desfecho de ouro”, afirmou Fred, de 24 anos. A convocação foi uma volta por cima para Fred. No ano passado, ele foi suspenso por um ano após ser flagrado pelo uso de hidroclorotiazida, diurético para controlar hipertensão e insuficiência cardíaca, mas que pode mascarar outras substâncias.

    Taison valorizou as suas raízes em vídeo gravado e divulgado por ele próprio. “Estou realizando um sonho de criança. Não só meu, mas todos do bairro Navegantes, de Pelotas”, vibrou.

    O atacante também agradeceu ao time amador que o revelou, antes de ir à base do Internacional. “Queria agradecer ao Progresso Futebol Clube, que foi onde tudo começou. Nós conseguimos chegar à Copa do Mundo”, escreveu.

    Leia mais

    Tite admite que Brasil é um dos favoritos ao título da Copa do Mundo

    Economia brasileira ainda não sentiu efeitos da Copa 2018

    Guerrero está fora da Copa e não deve mais jogar pelo Flamengo