Fonte: OpenWeather

    Denúncia


    Presidente do Manaus FC tem nome retirado de processo

    O árbitro Vanderlei Soares de Macedo informou ter recebido a proposta de suborno no valor de $ 20 mil para favorecer a equipe amazonense.

    O presidente do Manaus FC, Giovanni Alves, teve seu nome retirado do processo
    O presidente do Manaus FC, Giovanni Alves, teve seu nome retirado do processo | Foto: Reprodução/Facebook

    Manaus - Após ser citado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o presidente do Manaus FC, Giovanni Alves, teve seu nome retirado do processo que investiga uma suposta tentativa de manipulação de resultado no duelo entre o atual bicampeão amazonense contra o CSA-AL, válido pela primeira fase da Copa do Brasil.

    Na ocasião, o Gavião do Norte foi eliminado da competição após empatar por 2 a 2 na Arena da Amazônia.

    A denúncia foi feita pelo árbitro do confronto, Vanderlei Soares de Macedo, que informou ter recebido a proposta de suborno no valor de $ 20 mil para favorecer a equipe amazonense. O responsável teria sido o auxiliar de fisioterapia do Brasiliense-DF, Pedro Crema.

    O caso foi julgado no último dia 11 e teve como desfeito a suspensão de Crema por 365 dias. Ao ser questionado sobre o ocorrido, Giovanni Alves explicou que foi incluído no processo apenas para prestar esclarecimento.

    “Recebemos uma notificação uns 10 dias depois do jogo contra o CSA-AL que veio do STJD para a Federação Amazonense de Futebol (FAF) citando o meu nome e pedindo esclarecimento do que tinha ocorrido na partida. Falava de compra de arbitragem e pessoas ligadas ao Brasiliense-DF. Consultei o meu advogado e tive que fazer o esclarecimento e não uma defesa. Falei que não conheço os envolvidos, nunca tive contado e não sei o que aconteceu. Depois disso, houve o julgamento e retiraram o meu nome do processo”, explicou o dirigente.

    Na tarde de ontem (16), o Manaus divulgou através de sua página oficial no facebook uma nota informando a retirado do nome do dirigente por “Absoluta falta de provas”.

    Leia mais:

    Iranduba assume liderança provisória do Campeonato Feminino de FutebolManaus FC tropeça em casa, mas segue líder na série D

    Guerrero está fora da Copa e não deve jogar pelo Flamengo