Fonte: OpenWeather

    Avaliação


    Sejel faz balanço dos primeiros 40 dias de nova gestão

    Secretária da Sejel revela excesso de gastos em viagens na administração passada

    "Nos tornaremos uma secretaria que vai trabalhar a possibilidade de novas políticas públicas para a juventude, o esporte e lazer dos amazonenses" afirmou a secretária Janaína Chagas | Foto: Diego Caja
    Janaina Chagas, em entrevista coletiva, apresentou à imprensa um balanço feito sobre os 40 dias frente à pasta.
    Janaina Chagas, em entrevista coletiva, apresentou à imprensa um balanço feito sobre os 40 dias frente à pasta. | Foto: Diego Caja

    Na tarde desta terça-feira (14), a titular da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Janaína Chagas, apresentou, em entrevista coletiva, um balanço sobre os seus primeiros 40 dias à frente da pasta de esporte.

    Um dos primeiros pontos abordados pela secretária foi o levantamento de gastos feitos com passagens aéreas pela gestão passada. De acordo com as  informações apresentadas por Janaína, os gastos chegaram a R$ 5 milhões somente nos últimos quatro meses, sendo que, o orçamento total para passagens a ser gastos pela Sejel está orçado em R$ 1,2 milhão. 

    Leia também:De produtor de açaí a jogador internacional, Denilson é exemplo de superação

    Na tentativa de conter os gastos, Janaína Chagas revelou que, a partir de agora, toda e qualquer solicitação de passagens para competições tanto regionais, quanto nacionais e internacionais, deverá ser feita por meio das federações.

    “A Sejel não vai mais trabalhar só com emissão de passagens ou como uma patrocinadora de grandes eventos. Queremos mais que isso. Nos tornaremos uma secretaria que vai trabalhar a possibilidade de novas políticas públicas para a juventude, o esporte e lazer dos amazonenses, ” afirmou a secretária.

    Déficit

    Ainda se tratando de dívidas, Janaína informou que após uma avaliação minuciosa entre todos os setores, foi apurado um déficit de mais de R$ 17 milhões, incluindo o período de 2105 a 2017.

    Entrevista coletiva Janaina Chagas
    Entrevista coletiva Janaina Chagas | Foto: Diego Caja

    Segundo Chagas, no relatório levantado por sua administração, consta que os contratos foram realizados de forma meramente verbais e a quantia chega a R$ 3,4 milhões de dívidas de prestações de serviços não firmados corretamente.

    A Sejel informou que meta agora é aumentar o orçamento destinado ao esporte para o ano de 2108. O acréscimo, que não teve o valor divulgado pela secretaria, já está confirmado pelo governador. Janaína Chagas assegura que apesar do aumento, a verba será usada de forma consciente e o mais transparente possível. “O que ficou em outros anos e em outras gestões, ficou. Agora é olhar para frente e renegociar essas dívidas que foram deixadas. Ajeitar a casa da melhor maneira possível e trabalhar em ações conjuntas para tudo fluir”.  

    Arena da Amazônia

    “Recebemos a Arena da Amazônia toda quebrada, suja e mal cuidada”, revelou a titular da Sejel, Janaína Chagas ao definir o modo em que o estádio se encontrava.

    Segundo ela, foram retiradas 24 toneladas de lixo de dentro da Arena, em uma ação conjunta com a Secretaria Municipal de Limpeza (Semulsp). “Tenho um carinho muito grande por este lugar (Arena da Amazônia). Ela precisa de alguém que cuide, que tome essa responsabilidade com carinho. É um símbolo do esporte, do coração do esporte amazonense e por isso temos a obrigação de transformá-la em um espaço produtivo, ” frisou Janaína.

    Ainda sem prazo definido, a meta da Sejel é transformar a Arena da Amazônia em um lugar multiuso e abrir o espaço para mais eventos,  assim como é feito em outros grandes estádios do Brasil e do mundo. A Sejel informou ainda que o projeto será apresentado em breve ao governador Amazonino Mendes.

    Interior

    Indagada sobre como fica o interior do Estado em relação ao esporte no atual governo, Janaína foi enfática ao dizer que a Sejel, em parceria com Secretaria de Educação (Seduc), vai trabalhar com um coordenador atuante em cada município. A ideia é estreitar relações  com as cidades mais distantes da capital. Além disso, as reformas de complexos esportivos destes locais também estão em análise pela secretaria.

    Piscina Olímpica

    Após um novo cronograma de obras, a piscina olímpica que há quase um ano foi perdida definitivamente pelo Amazonas, está em posse das Forças Aéreas.

    A piscina que foi doada ao Estado do Amazonas após as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, só irá chegar após a liberação dos trâmites financeiros para o pagamento das dívidas à construtora responsável pela obra. Uma vez que a obra for iniciada, o prazo de entrega é de 45 dias e o prazo de instalação da piscina deve acontecer após 90 dias, a partir da data de solicitação.

    “Como atleta e atuante na política de juventude, sei das dificuldades existentes. Mas, posso garantir que vou agarrar esta missão com garra e determinação. Vamos trabalhar em conjunto e atender a todos,” finalizou a secretária Janaína Chagas. 

    Leia mais: 

    Carlos Santana representará o AM no Mister Brasil Tur

    Réus da Operação Maus Caminhos começam a ser ouvidos nesta terça

    Projeto de lei disciplina veiculação de material erótico em Manaus