Fonte: OpenWeather

    eliminado


    Conceição admite 'grande decepção' no Botafogo, mas não teme demissão

    O vexame da eliminação na estreia da Copa do Brasil pelo 'azarão' Aparecidense deixou o clima tenso no Botafogo

    O time carioca saiu na frente no placar, mas levou uma virada no segundo tempo e o técnico Felipe Conceição. | Foto:

    O Botafogo decepcionou ao ser derrotado por 2 a 1 pela Aparecidense, na noite de terça-feira (6), em Aparecida de Goiânia (GO), onde acabou sendo eliminado da Copa do Brasil já em seu jogo de estreia na competição. O time carioca saiu na frente no placar, mas levou uma virada no segundo tempo e o técnico Felipe Conceição não escondeu o abatimento com o vexame amargado no duelo.

    "A decepção é grande, a gente não queria ser eliminado na primeira fase", ressaltou o comandante, em entrevista coletiva, na qual em seguida disse ter escolhido "a melhor estratégia" para encarar esta partida e o novo desafio imposto pelo regulamento da competição nacional, cujas vagas na segunda fase são decididas em jogo único e dão ao mandante a chance se classificar com uma vitória.

    Leia também: Mesmo jogando bem, Nacional FC empata com a Ponte Preta em Manaus

    "Infelizmente não conseguimos. A gente vai ter que buscar força agora, 'virar a chave' para sábado estar forte contra o Flamengo. Temos que ser fortes, juntos vamos buscar a reação sábado", projetou o comandante, se referindo às semifinais da Taça Guanabara, o primeiro turno do Campeonato Carioca, em Volta Redonda.

    Felipe Conceição também garantiu não estar preocupado com o risco de ser demitido por causa do fiasco na Copa do Brasil. "Não temo pelo meu trabalho. Penso em tirar lição, que o grupo cresça e que a gente consiga reverter essa situação já sábado", destacou.

    O Botafogo jogava por pelo menos um empate para avançar à próxima fase da Copa do Brasil e, no sábado, pela melhor campanha do Flamengo no Carioca, tem a obrigação de vencer para ir à decisão da Taça Guanabara. O duelo será às 16h30 de sábado, no estádio Raulino de Oliveira, e uma nova eliminação pode deixar ainda mais complicada a situação de Felipe Conceição no seu cargo, que ele assumiu após a ida de Jair Ventura para o Santos.

    Em momento delicado no Botafogo, o treinador também evitou se alongar sobre o assunto ao comentar a expulsão do atacante Rodrigo Pimpão, por reclamação, pouco antes de a Aparecidense fazer o gol da vitória. "Ele disse que não xingou, o árbitro disse que o expulsou pelo xingamento. Então é a palavra do árbitro contra a do Pimpão. Eu estava perto, mas não ouvi. É decisão da arbitragem, a gente evita falar, não vou colocar a *(culpa pela) derrota por causa da arbitragem", enfatizou.

    Leia mais:

    Manaus encara CSA em jogo decisivo pela Copa do Brasil

    Queda no sistema de venda de ingressos gera tumulto na Arena

    Final Série Prata do Amazonense de Futsal ocorre nesta terça (6)