Fonte: OpenWeather

    Artes marciais


    Mestre em lutas, policial Rudá Monteiro acumula condecorações

    Professor de segurança pública e privada, instrutor tático, sargento da Polícia Militar, Rudá Monteiro é mestre em várias artes marciais

    Manaus Professor de segurança pública e privada, instrutor tático, sargento da Polícia Militar e mestre em várias artes marciais, como Kenpo Budo Kai, Karatê Kyokentai, Kickboxing, Jiu-Jitsu, Muay Thai, Strike fight e Hapkidô. Não faltam credenciais para Rudá de Souza Monteiro, 46, dono de um currículo invejável – mais de 10 páginas e aproximadamente 100 cursos – por conta de suas habilidades.

    Rudá de Souza é mestre em artes marciais
    Rudá de Souza é mestre em artes marciais | Foto: Marcelo Cadilhe

    Apesar de todos os feitos, o sonho de Monteiro é ter seu Kenpo Budo Kai, reconhecido pelo mestre e ator americano, Jeff Speakman. Enquanto isso não ocorre, ele segue recebendo condecorações por sua dedicação às artes marciais e, consequentemente, à segurança pública, onde aplica grande parte de suas aptidões.

    Rudá de Souza é mestre em artes marciais
    Rudá de Souza é mestre em artes marciais | Foto: Marcelo Cadilhe

    A mais recente comenda veio da Erick Fromm World University INC, com sede no Estado da Flórida, nos Estados Unidos. Monteiro recebeu certificados e medalhas que reconhecem mundialmente os benefícios do trabalho desenvolvido por ele para a sociedade brasileira. O documento destaca ainda seu exemplo de espírito, determinação, disciplina e comprometimento em sua missão de educador, com ética, dignidade e valores culturais, atestando, assim, o título de Mestre Honoris Causa em Segurança Pública e Privada.

    Rudá de Souza é mestre em artes marciais
    Rudá de Souza é mestre em artes marciais | Foto: Marcelo Cadilhe

    Em 2017, Monteiro teve sua história contada em uma importante obra: a sétima edição do livro “Grandes Mestres das Artes Marciais do Brasil”, com divulgação em todo o país e no exterior. Na opinião do editor e autor da publicação, Fábio Amador Bueno, falar do Mestre Rudá é praticamente desnecessário, uma vez que o seu vasto currículo já justifica qualquer argumento para ele constar no hall dos Grandes Mestres das Artes Marciais do Brasil.

    “‘Servir e Proteger’ é o lema de todo policial e este em especial leva a sério essa máxima. É altamente especializado na questão ‘segurança pública e privada’ e dentro das artes marciais possui uma histórico invejável e alta graduação, apesar de que o Grande Mestre (livro) não está vinculado a graduação, nem aos títulos ou troféus, mas ao nobre compromisso assumido perante a sociedade, com a missão de educador da segurança e do comportamento disciplinado, por meio das artes marciais, com ética, dignidade e conteúdo cultural”, justifica Bueno.

    Este ano, o terceiro sargento da PM será condecorado no tradicional “Oscar da Segurança Pública”, realizado por Hilton Ferreira há oito anos e agendado para o dia 30 de março, no Centro de Convenções Vasco Vasques.

    “Rudá é merecedor do título e muito mais incentivos. A contribuição dele por meio das artes marciais na segurança pública é louvável. Além disso, tem um excelente relacionamento de respeitabilidade junto ao Judiciário e Ministério Público”, analisa Ferreira, que também é especialista em segurança pública.

    Rudá de Souza é mestre em artes marciais
    Rudá de Souza é mestre em artes marciais | Foto: Marcelo Cadilhe

     “Arte Perfeita”

    Para contar a história do Mestre Rudá, não é possível dissociar uma coisa (artes marciais) da outra (segurança), até porque o tempo que ele tem na vida pública é quase o mesmo que dedica à arte suave. E, nesta, lá se vão 30 anos. Experiência que lhe rendeu muitas medalhas e graduações.

    Mas foi assistindo ao filme “Arte Perfeita” (1991), protagonizado por Jeff Speakman, que sua vida na arte marcial mudou.

    “Eu já praticava outros estilos de luta. E quando vi o que era o Kenpo (arte marcial que reúne, em si, um conjunto de várias técnicas marciais e estimula todos os praticantes a procurarem a paz e o equilíbrio interior), me encantei. Passei a estudar tudo que pude sobre a modalidade, até chegar à minha criação, o Kenpo Budo Kai, no qual sou Grão-Mestre 10º Dan. E meu sonho é conhecer Jeff Speakman pessoalmente, treinar com ele, e que o mesmo reconheça meu Kenpo como um legado dele aqui na Amazônia”, afirma Rudá.

    Rudá de Souza é mestre em artes marciais
    Rudá de Souza é mestre em artes marciais | Foto: Marcelo Cadilhe

    O sonho do tatame próprio

    Junto a outros nomes das artes marciais do Amazonas, como os mestres Nonato Farias e Arthur Barroso, Rudá busca contribuir com a redução da criminalidade e formação de bons cidadãos por meio dos projetos "Lutando para Mudar" e "Amigos da Luta". Mas deseja colaborar mais. Currículo e vontade, ele tem para isso. Seu outro sonho? Ter o próprio centro de treinamento e academia de arte marcial.

    Rudá de Souza é mestre em artes marciais
    Rudá de Souza é mestre em artes marciais | Foto: Marcelo Cadilhe

    “Sonho em poder contribuir mais, ajudando a sociedade a resgatar ou impedir que tantos jovens enveredem pelo mundo crime. Incentivar novos talentos nas mais variadas artes marciais e colaborar com meus irmãos de farda, por meio de tantas oportunidades que me foram dadas pelo grande Mestre Jesus Cristo, a potencializar nosso trabalho. Como policial, me sinto honrado em poder fazer isso, mas sei que posso mais. As artes marciais são uma arma poderosa de inserção social e valores morais”, declara o policial militar, lembrando que já precisou usar suas técnicas em uma situação extrema, na qual ele e sua esposa foram baleados durante um assalto.


    “Graças a Deus e as habilidades que Ele me conferiu e que repassei a ela, fomos baleados, mas sobrevivemos”, conta. Tal feito lhe rendeu outro título, dessa vez pela Polícia Militar: uma medalha e promoção por ato de bravura.