Fonte: OpenWeather

    Ousadia


    Pacotão de obras: Investimento de R$ 320 milhões em Manaus

    O prefeito afirmou que, com contratação de 100 trabalhadores, o poder executivo municipal também vai ter fôlego para ajeitar os buracos e consertar vias

    Arthur Neto frisou que quando assumiu a gestão da capital existiam 16 mil vias “em estado lamentável”, das quais a prefeitura já consertou mais de oito mil ruas
    Arthur Neto frisou que quando assumiu a gestão da capital existiam 16 mil vias “em estado lamentável”, das quais a prefeitura já consertou mais de oito mil ruas | Foto: Alex Pazzuelo / Semcom

    A ousadia de asfaltar e recuperar mais de 10 mil ruas na capital amazonense não é para qualquer gestor. O anúncio feito na última segunda-feira (11) pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, sobre o investimento de R$ 320 milhões para o Plano de Obras de Verão da cidade, é um grande benefício para os moradores da periferia, assim como aos cidadãos que residem em regiões de classe média ou alta de Manaus.

    Arthur Neto frisou que quando assumiu a gestão da capital existiam 16 mil vias “em estado lamentável”, das quais a prefeitura já consertou mais de oito mil ruas.

    O prefeito também afirmou que, com a contratação de novos funcionários (100 trabalhadores), o poder executivo municipal vai ter fôlego para ajeitar os buracos e consertar outras vias que já estão com problemas novamente.

    Para completar o pacotão de obras, o tucano também revelou que o plano da Prefeitura de Manaus vai levar iluminação aos locais onde não há o LED, por meio da Unidade Gestora de Projetos Municipais de Abastecimento de Energia Elétrica (UGMP Energia), e, de brinde, toda essa situação será acompanhada e fiscalizada pela Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Agemam) e pelas unidades gestoras municipais de Abastecimento de Água (UGMP Água).

    Quem ganha com essa gama de serviços é a sociedade manauense. O importante é fazer algo que nenhum outro gestor teve coragem de executar ao longo dos anos e não deixar a peteca cair nas áreas da saúde, educação, entre outras pastas, que estão bem supervisionadas pelo prefeito de Manaus.

    Leia mais:

    Dois pesos e duas medidas: Michel Temer está acima da lei?

    Crianças no Amazonas morrem pelo descaso do poder público

    Transporte Público em Manaus: muito incentivo para pouco benefício