Fonte: OpenWeather

    Editorial


    E se Copa medisse educação, saúde, ciência e qualidade de vida?

    A qualidade de vida dos países é medida pela avaliação de vários indicadores sociais, em que o Brasil perde em todos por índices estarrecedores

    Taça da Copa do Mundo
    Taça da Copa do Mundo | Foto: Agência Brasil

    O brasileiro já ganhou algumas copas “ sambando com a bola no pé”. Mas se Copa do Mundo medisse educação, ciência e qualidade de vida, o Brasil teria chances de trazer a Copa do Mundo para casa? Essa tem sido a pergunta que vem rolando nas redes sociais.

    É isso mesmo. Essa copa tem sido marcada por uma enxurrada de memes, sempre questionando que podemos até ser os ‘bam-bam-bans’ em campo, mas estaríamos no ranking dos países que disputarão o título mundial na Rússia por critérios além do futebol?

    Ainda assim, é possível ter uma noção: se alguns países, como a Alemanha, se destacam em campo e fora dele, há outros que não assustam no futebol, mas brilham nas salas de aula – como o Japão e a Coreia do Sul.

    No caso do Brasil, porém, se os critérios fossem esses, seria bem difícil de sonhar com cinco Copas do Mundo...

    O Índice de Educação faz parte do cálculo do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). No mundo inteiro, incluindo países fora da Copa, o Brasil fica em 87º lugar entre 188 nações consideradas.

    No item população com educação superior, dos 32 países que disputam a Copa do Mundo, 20 são considerados na estatística. Entre os 20 países considerados, ficamos em último lugar.

    A qualidade de vida dos países é medida pela avaliação de vários indicadores sociais e econômicos como saúde, moradia, segurança pessoal, acesso à informação e à educação, saneamento básico, sustentabilidade e tolerância a diferenças.

    O PIB é a soma de todos os bens de um país. Quando se divide o PIB pela quantidade de habitantes obtém-se o PIB per capita. Quanto maior o PIB per capta, mais desenvolvido o país é. Quem lidera é a Suíça, Arábia Saudita, Islândia e Dinamarca. O Brasil fica em 22º lugar.

    E a expectativa de vida ao nascer? Também estamos na lanterna. Entre os países da Copa do Mundo, o último lugar é da Nigéria, com uma expectativa de 54,5 anos, em média. Atrás do Brasil também aparecem Colômbia, Arábia Saudita, Marrocos, Egito, Rússia e Senegal. No mundo inteiro, entre 183 países avaliados, o Brasil fica em 67º lugar – os nigerianos, em 177º. O Brasil está em 25º.


    Leia mais:

    Enquanto a bola rola, decisões políticas podem afetar brasileiros

    Neymar, dai-nos alegria, pois está difícil ser brasileiro!

    Estudar ou trabalhar? A tragédia do trabalho infantil no Brasil