Fonte: OpenWeather

    País


    Assaltantes fogem com refém no capô de carro após roubo a banco no PR

    Oito assaltantes armados com fuzis roubaram duas agências bancárias no município de Borrazópolis (a 286 km de Curitiba), nesta terça-feira (14), e usaram moradores como escudo durante a fuga.

    Quase 30 pessoas foram obrigadas a formar um "cordão humano" na calçada dos dois bancos para facilitar a saída dos criminosos e evitar um tiroteio com policiais.

    Vestidos com roupas pretas e encapuzados, os criminosos chegaram à área central da cidade, por volta das 15h, em dois veículos e entraram em agências do Banco do Brasil e do Sicredi, localizadas uma ao lado da outra.

    Aproveitando o horário de fechamento dos bancos, os assaltantes aguardaram a abertura dos cofres e levaram todo o dinheiro. A ação do grupo durou 30 minutos. Ainda não há informação sobre o valor total que foi roubado.

    Na fuga, os bandidos levaram o vigilante do Banco do Brasil e um cliente como reféns. O vigilante foi levado no capô de um dos veículos, sendo obrigado a segurar na lataria do carro para não cair. Os homens deixaram a cidade, de 7 mil habitantes, disparando para o alto. Dois policiais militares que atenderam a ocorrência foram ameaçados.

    Os dois reféns foram deixados em uma estrada que dá acesso ao município de Faxinal. Um dos veículos utilizados pelo grupo era um veículo Hyunday I30, com placas de São Paulo.

    A polícia do Paraná mobilizou helicópteros e faz bloqueios nas estradas na tentativa de localizar os assaltantes.

    OUTRO CASO

    Em junho, dois seguranças de um banco de Conde (BA) foram amarrados no capô de uma caminhonete durante a fuga de um assalto a uma agência do Banco do Brasil. Carros foram incendiados na saída da cidade para bloquear os carros da polícia.

    Por Folhapress