Fonte: OpenWeather

    País


    Governo libera recursos para aquisição de 5 mil tornozeleiras eletrônicas

    O objetivo é diminuir a população carcerária e investir no cumprimento de penas alternativas- foto: reprodução
    O objetivo é diminuir a população carcerária e investir no cumprimento de penas alternativas- foto: reprodução

    O Ministério da Justiça, por meio do Depen (Departamento Penitenciário Nacional), firmou convênio nesta quarta-feira (2) para enviar recursos que servirão à aquisição de 5 mil tornozeleiras eletrônicas em 12 Estados.

    Serão R$ 23,9 milhões do Fundo Penitenciário Nacional, no total, para Acre, Ceará, Mato Grosso, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, São Paulo e Sergipe. O objetivo é diminuir a população carcerária e investir no cumprimento de penas alternativas.

    Os convênios foram assinados em cerimônia com o ministro José Eduardo Cardozo e o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Ricardo Lewandowski, que tem apoiado a realização, pelo Judiciário, de audiências de custódia e a aplicação de penas alternativas.

    'O sistema penitenciário brasileira espelha o que há de pior no descumprimento da lei', declarou Lewandowski.

    De acordo com o ministério, os Estados implantarão centrais de monitoração eletrônica para acompanhar e fiscalização acusados por crimes cuja pena máxima não seja superior a quatro anos e que aguardam julgamento, por meio das tornozeleiras.

    Também foram formalizados convênios de R$ 27,2 milhões para centrais de alternativas penais, que atenderão os indivíduos cumprindo pena alternativa, R$ 26,5 milhões para capacitação profissional de presos e R$ 39,6 milhões para aparelhamento das unidades de saúde nos presídios.

    Por Folhapress

    Mais lidas

    1. MEC lança mestrado profissional para professores

    2. MST ocupa sede do Ministério do Planejamento em Brasília

    3. MEC prorroga para novembro prazo de aditamento do Fies

    4. Campanha Natal sem Fome é retomada depois de 10 anos

    5. Brasil tem 30 novos santos: papa canoniza mártires de Cunhaú e Uruaçu