Fonte: OpenWeather

    País


    Grupo de hackers Anonymous protesta contra Kassab por internet ilimitada

    Kassab afirmou ser favorável ao fim dos pacotes de internet fixa ilimitada - Reprodução

    O braço brasileiro do grupo internacional de hackers Anonymous deflagrou nesta sexta-feira (13) uma campanha na internet contra o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab, que afirmou ser favorável ao fim dos pacotes de internet fixa ilimitada.

    Em sua página no Facebook, o Anonymous Brasil divulgou dados supostamente sigilosos do ministro como forma de mostrar seu "poder de fogo". Também divulgou links para o que seria a base de dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

    Na lista de dados sensíveis estão o endereço residencial do ministro, em São Paulo, números de telefones fixos de sua residência, dos escritórios do seu partido, o PSD, e de empresas em que ele tem participação. Também constam os bens e aplicações do ministro. Com exceção dos números de celulares (a maioria inválidos), essas informações já estavam disponíveis nas declarações à Justiça Eleitoral. A base de dados da Anatel também é pública.

    A movimentação do grupo começou devido a uma entrevista do ministro ao blog "Poder360", publicada na quinta-feira (12), em que defendeu o fim da internet fixa ilimitada. Kassab disse que o governo poderia liberar as operadoras a cobrarem a mais para vender planos sem restrições a partir do segundo semestre deste ano.

    Diante da repercussão negativa, o ministro voltou atrás e afirmou que não permitirá essa cobrança. Mesmo assim, o grupo de hackers divulgou um comunicado no Facebook com ameaças ao ministro.

    "O governo voltou atrás, mas o nosso aviso é permanente. Esse vazamento [de dados pessoais do ministro] é uma pequena demonstração do que somos capazes de fazer contra um governo que parece ter perdido o medo do povo", diz o texto.

    "Nós estamos aqui para lembrá-los. A base de dados da Anatel é nossa, e os dados do ministro fanfarrão é de todos. Que tal se alguém solicitar o cancelamento da internet pessoal do sr. Gilberto Kassab? Ou então que tal se alguém encomendar uns 30 caçambas de entulho e mandar descarregar na porta da garagem da casa dele? Os dados estão aqui, aproveitem”.

    Folhapress

    Mais lidas

    1. MEC lança mestrado profissional para professores

    2. MST ocupa sede do Ministério do Planejamento em Brasília

    3. MEC prorroga para novembro prazo de aditamento do Fies

    4. Campanha Natal sem Fome é retomada depois de 10 anos

    5. Brasil tem 30 novos santos: papa canoniza mártires de Cunhaú e Uruaçu