Fonte: OpenWeather

    País


    Após fogo em turbina de avião, Congonhas tem fila de seis horas

    Funcionários de empresas aéreas gritando números de voos, falta de informação e passageiros cansados com malas esperando em uma fila quilométrica para conseguir remarcar a viagem.

    Esta foi a cena que a reportagem da Folha de S.Paulo flagrou na madrugada desta quinta-feira (23) no aeroporto de Congonhas, zona sul de São Paulo, após a turbina de um avião da Latam pegar fogo antes de decolar.

    O aeroporto, que deveria ter fechado para pousos e decolagens às 23h, estendeu o horário até 23h45, de acordo com funcionários da Infraero. No entanto, o atendimento a passageiros que tentavam remarcar voos funcionou durante toda a madrugada.

    Segundo passageiros, a espera entre pegar as malas na esteira do desembarque e ser atendido para remarcar o voo passava de seis horas. Algumas pessoas nervosas gritavam ao telefone com atendentes das companhias aéreas exigindo um voo, mas sem deixar a fila.

    A arquiteta Anna Hentoux, 28, voltava do Rio de Janeiro e deveria ter pego um voo da Latam para Porto Alegre, onde mora, na hora do problema na pista. Ela disse que o avião foi desviado para Viracopos e só conseguiu chegar em Congonhas em novo voo às 22h45.

    Por volta da 0h, Anna reclamava que nenhum funcionário da empresa aérea passou informações aos passageiros. " Só peguei a minha mala agora, estava um caos e ninguém sabia onde estava", disse sobre as esteiras de retirada das malas no desembarque.

    "Cheguei às 22h em Congonhas e não tinha nenhuma informação do meu voo da Latam para o aeroporto de Navegantes (SC). Nenhum funcionário me procurou para dar informações", reclama.

    Outro problema enfrentado pela passageira foi a espera de duas horas no desembarque para conseguir pegar a bagagem por volta 0h. Segundo Eloisa, um funcionário do aeroporto ficava ao lado das esteiras gritando os números dos voos para elas retirarem as bagagens.

    "Agora essa fila enorme para tentar remarcar o voo. Tinha um cliente para atender às 8h30 em Blumenau e já avisei a empresa que não vou conseguir chegar a tempo", falou Eloisa.

    Outro lado

    Em nota, a Latam Airlines Brasil informou que devido ao fechamento do aeroporto de Congonhas na noite desta quarta (22) todos os voos e conexões foram impactados.

    Com isso, a empresa aérea oferece a remarcação dos voos para 15 dias após a data original sem cobrança de multa. Também há a opção de pedir o reembolso do bilhete não utilizado.

    No entanto, o passageiro que quiser alterar a rota original de voo terá que pagar as diferenças tarifárias e respeitar a validade do bilhete.

    Segunda a Latam, as alterações podem ser feitas pelo site www.latam.com, pela central de atendimento da empresa no telefone 4002-5700 ou em uma das lojas.

    A Gol Linhas Aéreas informou que todos os clientes foram reacomodados nos próximos voos. Segundo a companhia, por volta das 4h, a operação estava normalizada no aeroporto e os passageiros, que não conseguiram embarcar, seguem viagem na manhã de quinta-feira (23).

    Martha Alves
    FolhaPress