Fonte: OpenWeather

    Crime


    Desaparecido, motorista de aplicativos é encontrado morto em Manaus

    O homem estava desaparecido desde de quarta-feira (26). O corpo foi reconhecido pela mulher da vítima. A vítima estava com uma faca cravada na cabeça

    O corpo foi encontrado na rua rua rio Acari, no São José | Autor: Divulgação

    Manaus - O motorista de aplicativos de corrida Sidney Barbosa de Araújo, de 41 anos, que estava desaparecido deste de quarta-feira (26), foi encontrado morto nesta sexta-feira (28), na rua rio Acari, no São José, na Zona Leste de Manaus. A vítima estava com uma faca cravada na cabeça 

    Sidney morava no bairro São Jorge, na Zona Oeste da capital amazonense. De acordo a esposa dele, Kátia Simone, de 37 anos, o motorista saiu de casa na tarde de quarta-feira, por volta das 14h20, para pegar um carro que dividia com uma colega de trabalho em serviços prestados por meio da Uber e da 99 POP.

    Motorista estava desaparecido desde de quarta-feira (26)
    Motorista estava desaparecido desde de quarta-feira (26) | Foto: Divulgação

    No entanto, ele não retornou para casa e nem devolveu o carro para a locadora. “Eu senti falta dele hoje pela manhã, pois ele sempre costumava chegar em casa por volta das 5h40. Fui com o colega de trabalho dele à empresa 99 Pop, que foi por onde ele fez a última corrida. Lá puxaram o histórico e o último passageiro dele foi do bairro Parque Dez de Novembro para a rua rio Acari, no São José Operário, às 2h09”, contou a mulher.

    O motorista estava com uma faca cravada na cabeça
    O motorista estava com uma faca cravada na cabeça | Foto: divulgação

    Ainda segundo ela, o marido anda com dois celulares, e em cada um deles há dois chips ativos, mas todos estavam fora de área de serviço. “Eu e ele trabalhamos como Uber e, por isso, sempre andamos com esses dois aparelhos. Puxei a última localização registrada nos aparelhos e dá na rua rio Acari, a mesma revelada pela empresa”, explicou Simone.

    A mulher da vítima reconheceu o corpo do motorista. Equipes do Instituto Médico Legal (IML) e da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) foram acionadas para o local.

    O motorista estava em corrida pela 99 quando desapareceu. Mesmo assim, em nota, a Uber (na qual Sidney também atuava como parceiro) lamenta profundamente que motoristas parceiros sejam vitimas da violência urbana que permeia a nossa sociedade. "Sidney era cadastrado como motorista parceiro mas não estava em viagem pela plataforma no momento do crime. De qualquer forma, a empresa sempre se coloca à disposição dos órgãos de segurança para colaborar com as investigações, nos termos da lei", finaliza.

    Confira videoreportagem da TV Em Tempo

    Confira reportagem | Autor: TV Em Tempo

    Nota oficial da 99

    A 99 informa que está investigando o ocorrido. A empresa se solidariza com a família da vítima e lamenta profundamente esse e qualquer caso de violência. O perfil que realizou a última corrida foi preventivamente bloqueado do sistema. O aplicativo se encontra aberto a colaborar com as autoridades, caso necessário.

    Sobre a manifestação, a 99 tem como política estar sempre aberta ao diálogo com os usuários, motoristas e passageiros. Respeitamos o direito à liberdade de expressão e manifestação dentro dos limites legais e da ordem pública.

    Em relação às reivindicações, a 99 informa que está em contato com os condutores. A empresa é genuinamente preocupada com a segurança de seus passageiros e motoristas. O assunto é prioridade máxima do aplicativo, e um de seus três pilares fundamentais (promover transporte rápido, econômico e seguro).

    Para garantir que o serviço seja seguro, a 99 montou uma equipe especialmente dedicada a isso, composta por mais de 50 pessoas incluindo ex-militares, engenheiros de dados e psicólogos. O time trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana, cuidando exclusivamente da proteção dos usuários.

    Entre as funcionalidades desenvolvidas estão: Todos os passageiros devem colocar CPF ou cartão de crédito antes da primeira corrida; Mapeamento de áreas de risco que envia aos motoristas notificações sobre essas zonas. Canal de atendimento exclusivo para incidentes de segurança no 0800-888-8999; Os motoristas podem optar por não receber pagamento em dinheiro.

    Leia mais:

    Motorista de aplicativo some após pegar passageiro no Parque Dez

    Carregador esfaqueado com filha no colo morre no Platão Araújo

    Criminosos em carro atiram em homem no bairro Cidade Nova