Fonte: OpenWeather

    Caso Hering


    Laudo confirma que não houve troca de tiros entre Hering e a polícia

    O resultado do laudo aponta ainda a participação de mais dois agentes militares no caso, além dos dois já presos

    O homicídio de Hering Oliveira, 15 anos, ocorreu no dia 25 de outubro no bairro Santo Antônio | Foto: Reprodução

    Manaus - A Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) apresentou, na tarde desta quinta-feira (8), o laudo de comparação balística do homicídio do adolescente Hering da Silva Oliveira, de 15 anos, executado por policiais militares no último dia 25 de outubro. O secretário de segurança do estado, Coronel Amadeu Soares, falou sobre a prisão de mais agentes envolvidos no crime.

    O resultado do laudo foi informado durante coletiva de imprensa, realizada na sede da SSP-AM, no Shopping ViaNorte, Zona Norte da capital. O exame realizado pelo órgão de segurança deixou claro que a bala encontrada no corpo do jovem foi disparada pela arma do policial militar, Erivelton de Oliveira Hermes, que já está preso desde o dia 30 de outubro.

    Com o resultado do laudo, mais dois agentes militares foram presos pelos crimes de fraude processual e homicídio qualificado por envolvimento na ação criminosa. A prisão dos policiais Bruno Freitas e Ivanildo Rosas foi solicitada pela Delegada da 4ª Seccional Oeste, Rita Tenório.

    A investigação concluiu que nenhum dos adolescentes estava armado e que não houve troca de tiros com a polícia.

    Representantes da SSP-AM informam ainda que após a dinâmica de colher o depoimento dos suspeitos, será possível entender o tempo e as circunstâncias em que ocorreu o crime. Posteriormente, o caso deve ser encaminhado ao conhecimento do Ministério Público, que deve definir a ação penal aos envolvidos.

    O resultado do laudo foi divulgado em coletiva de imprensa
    O resultado do laudo foi divulgado em coletiva de imprensa | Foto: João Gomes

    Diligências

    Com a elucidação do caso, agora sobe para 4 o número de agentes militares presos por envolvimento no caso criminoso.

    As imagens registradas pelas câmeras das viaturas estão ajudando a polícia nas investigações do caso.

    A Polícia Civil investiga ainda a participação de uma quinta pessoa no caso. As diligencias só serão possíveis após os depoimentos da dupla de militares detida.

    O caso

    O homicídio de Hering Oliveira, 15 anos, ocorreu no dia 25 de outubro no bairro Santo Antônio. Na ocasião o adolescente foi morto com um tiro nas costas durante uma abordagem realizada por policiais militares. Na época, além da prisão do Militar Erivelton de Oliveira Hermes -responsável pela arma que disparou o tiro - também foi preso o agente Francisco Adson Bezerra Rocha.

    Leia mais:

    SSP-AM diz que adolescente morto no Santo Antônio não portava arma 

    Jovem morto pela polícia sonhava ser professor de educação física

    Adolescente é morto no Santo Antônio e família acusa policiais