Fonte: OpenWeather

    CMM


    Alianças firmadas na disputa pelo Governo do AM repercute na CMM

    Parlamentares usaram a tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM) para falar sobre alianças anunciadas durante convenções partidárias

    Candidato ao senado, vereador Chico Preto (PMN) foi um dos que se pronunciaram sobre as eleições de outubro
    Candidato ao senado, vereador Chico Preto (PMN) foi um dos que se pronunciaram sobre as eleições de outubro | Foto: Thiago Botelho

    Manaus - O resultado das alianças firmadas para o pleito de 2018 foi pauta entre vereadores da Câmara Municipal de Manaus (CMM) nesta segunda-feira (6). Durante sessão ordinária da Casa, parlamentares das três principais coligações na disputa pelo Governo do Amazonas usaram a tribuna para falar sobre as convenções partidárias.

    Candidato ao Senado pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), sigla coligada ao Partido Socialista Brasileiro (PSB), de David Almeida, o vereador Chico Preto afirmou que a caminhada ao lado do ex-governador interino é uma forma de sustentar coerência e proposta de renovação.

    “O pragmatismo na política é como um vale-tudo para se eleger. Optei por manter minha coerência e apresentar ideias e propostas que posso desenvolver como senador em prol do Amazonas e do Brasil durante essa campanha”, disse.

    O parlamentar, que defende abertamente a candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à Presidência, esclareceu que sua escolha é pessoal e não representa os interesses do partido, nem da coligação.

    Leia também: Crítico de caciques, Marcelo Ramos trai discurso e se alia a Amazonino

    “Meu apoio a Jair Bolsonaro é pessoal. Desconfie de políticos que escondem suas convicções. Não tenho medo de me apresentar como sou. Votarei em Bolsonaro pelo Brasil que ele aponta e pelas decisões que defende”, explicou.

    Último partido a declarar apoio a David Almeida, o Partido dos Trabalhadores (PT) seguiu orientação nacional ao formar aliança. De acordo com o vereador e candidato a deputado federal pela legenda Sassá da Construção Civil, o perfil de David Almeida é compatível com a ideologia dos petistas e justifica a escolha. “Ele [David] combina com o que defendemos, que é a defesa do trabalhador”, disse.

    O vereador Raulzinho (DEM) subiu à tribuna para defender a candidatura de Omar Aziz (PSD) ao governo. De acordo com o parlamentar, um dos pontos cruciais para a adesão do Democratas à chapa do atual senador, intitulada de “Segurança para inovar”, foi a segurança pública.

    “Não podemos fechar os olhos diante do que está acontecendo com a segurança pública no estado do Amazonas. Esse foi um dos pontos que levaram nosso partido a caminhar e trilhar este caminho ao lado de Omar”, justificou.

    O bloco encabeçado por Omar é composto por: PSD, PSDB, DEM, PRB, PTC e Patriotas.

    O líder do Executivo municipal na CMM, Joelson Silva (PSDB), avalia que a decisão do PSDB de apoiar Omar foi acertada e, caso eleito, prefeitura e governo devem trabalhar juntos.

    “Vamos caminhar com Omar numa aliança em que, evidentemente, terá parceria entre prefeitura e governo estadual. O prefeito seguiu uma linha coerente. Vamos trabalhar para que seja eleito”, completou.

    Leia mais:

    Palestra mostra importância do voto para jovens eleitores do Amazonas

    PT do Amazonas fecha apoio a David Almeida e indica o vice na chapa

    Escândalos marcam gestões de Amazonino Mendes