Fonte: OpenWeather

    Política


    Congressistas do AM são mal avaliados em 'ranking de políticos'

    O site foi desenvolvido para medir o desempenho dos deputados federais e senadores com base na presença de sessões, privilégios, processos judiciais e qualidade legislativa

    O pior avaliado é o deputado federal Hissa Abrahão (PDT), que de 594 posições, é dono do 546º lugar.
    O pior avaliado é o deputado federal Hissa Abrahão (PDT), que de 594 posições, é dono do 546º lugar. | Foto: Divulgação

    Manaus - A bancada amazonense no Congresso Nacional aparece numa das piores posições no “Ranking dos Políticos”,  em site desenvolvido para medir, do melhor para o pior, os 513 deputados federais e 80 senadores, com base na presença de sessões, privilégios, processos judiciais e qualidade legislativa, desde 2015.

    Neste levantamento, o deputado Pauderney Avelino (Dem) é o melhor posicionado, por estar entre os 60º melhores parlamentares. Já o pior avaliado é o deputado federal Hissa Abrahão (PDT), que de 594 posições, é dono do 546º lugar.

    Para alcançar a liderança da bancada com representativa em Brasília e ocupar o 54º lugar, Pauderney acumulou 378 pontos positivos e atingiu a terceira posição entre os parlamentares do Democratas. Para ele, "liderar o ranking é uma grande satisfação, pois, sempre buscou trabalhar incansavelmente nas questões importantes ao Brasil, em especial para o Amazonas", afirmou Pauderney.

    Em segundo lugar, o site classifica a deputada federal Conceição Sampaio (PP), com 328 pontos, como uma das melhores ao atingir a 101º colocação e identificada como a oitava parlamentar mais atuante pelo Partido Progressista na Câmara dos Deputados, ao atingir assiduidade em todas às 338 sessões da casa Legislativa.

    O ranking segue com o deputado Átila Lins (PSD), em terceiro lugar e posicionado na 153ª colocação, por atingir 266 pontos positivos e Alfredo Nascimento (PR), na 304ª colocação, com 110 pontos

    Com menos de dois meses de atuação, o deputado Gedeão Amorim (PMDB) alcançou o quinto lugar entre os parlamentares da Câmara dos Deputados. Como suplente de Sabino Castelo Branco (PTB), desde o dia 29 de dezembro do ano passado, ele já acumula 70 pontos, no site e ocupa a 334ª colocação. Nas últimas colocações estão Silas Câmara (PRB), com 38 pontos e ocupante do 365ª lugar e Carlos Souza (PSDB) com pontuação negativa de -51 e posicionado no 464º lugar. 

    Senadores

    Entre os senadores, Omar Aziz (PSD) está na 319ª posição, por registrar 146 pontos positivos. Já Eduardo Braga (PMDB) ficou em 414º, acumulando 52 pontos. E, a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), entra na categoria dos que estão em um “campo negativo”, já que marcou 185 pontos negativos e perde apenas para Hissa Abrahão, último colocado geral, que num levantamento somente com deputados registrou 221 pontos negativos e ficou no 498º lugar.

    A reportagem procurou os parlamentares, mas não obteve retorno nas ligações telefônicas.

    Motivação

    O site, que marca a contagem regressiva de 237 dias para a eleição de 2018, tem a intenção de auxiliar o eleitor a avaliar em quem irá votar, conforme as presenças em votações, assiduidades, fidelidade partidária, processos judiciais, desperdício de verba e combate à corrupção. E, esta foi uma iniciativa da dupla de administradores de empresas, Alexandre Ostrowiecki e Renato Feder.

    No entendimento da microempresária de setor alimentícios, Rose Maia, 50, a plataforma deve ser acessada por todos os eleitores em período de campanha política, pois, assim todos conseguirão ter uma visão mais ampla de cada candidato. “Precisamos avaliar melhor nossos políticos, ainda mais diante de tantos escândalos, que vem acontecendo em todo o país, com prisões de governadores, prefeitos, e envolvimento ex-presidentes em desvios de verbas. Tudo isto deve nos deixar mais criteriosos antes de escolher os políticos que iremos votar”, afirmou Rose.

    Já para o técnico em informática, Ítalo Henriques, 32, mais que avaliar, o site também proporciona ao eleitor a chance de poder conhecer os políticos além do que é evidenciado pela mídia e nas propagandas eleitorais dos parlamentares. “Os jornais e os portais de notícia já nos mostram muita coisa. Mas é dever do cidadão investigar em sites como este, pois assim podemos ter uma visão maior e comparar com o que é evidenciado por eles em período eleitoral”, disse o técnico de informática.

    Leia mais:

    Seis deputados do AM votam a favor do arquivamento da denúncia contra Temer

    Unidades de emergência terão atendimento de emergência reforçado no carnaval

    Bancos fecham no feriado de Carnaval - saiba como ficam as contas a pagar