Fonte: OpenWeather

    NOTAS DA CONTEXTO


    'Tirei um peso das costas', diz Omar Aziz ao ter inquérito arquivado

    No áudio, o senador diz que qualquer pessoa inocente que é acusada de algo sabe o quanto é ruim ser injustiçada.

    O senador Omar Aziz (PSD-AM) divulgou vídeo depois que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, na última sexta-feira (8), o arquivamento do inquérito aberto para investigá-lo
    O senador Omar Aziz (PSD-AM) divulgou vídeo depois que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, na última sexta-feira (8), o arquivamento do inquérito aberto para investigá-lo | Foto: Malika

    “Tirei um peso das costas”

    O senador Omar Aziz (PSD-AM) divulgou vídeo depois que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes determinou, na última sexta-feira (8), o arquivamento do inquérito aberto para investigá-los, baseado na delação do ex-executivo da empreiteira Odebrecht, Arnaldo Cumplido de Souza.

    No áudio, o senador diz que qualquer pessoa inocente que é acusada de algo sabe o quanto é ruim ser injustiçada.

    — Na última sexta (8), o Supremo Tribunal Federal (STF) arquivou um processo que movia contra mim em relação à ponte Rio Negro. Isso tirou um grande peso das minhas costas, mais do que isso, fez com que aquilo que eu disse lá atrás se tornasse realidade hoje – disse.

    Não vou envergonhar

    De acordo com Omar, quando apareceram essas acusações, ele disse que não ia envergonhar o povo amazonense e não ia envergonhar sua família e seus amigos.

    Tempo de Deus

    — Eu sabia que o tempo era de Deus. Por isso, com alegria, recebo essa notícia, mas reafirmando o meu compromisso de ter uma vida transparente em prol do povo amazonense – reafirmou o senador.

    Dia D

    A reunião da bancada amazonense no Congresso Nacional com o presidente Michel Temer (MDB), hoje (12), em Brasília, já é chamada de o Dia D da Zona Franca de Manaus.

    ZFM em perigo

    Se não recuar da decisão de diminuir de 20% para 4% o incentivo do IPI às empresas de refrigerantes, é possível que mais de 100 mil empregos sejam afetados, e 25 fabricas deixem o Amazonas.

    Fim do namoro

    A reunião, que será no Dia dos Namorados, pode, caso Temer seja irredutível em sua decisão, marcar o fim do relacionamento do presidente com parlamentares que o apoiaram nesses pouco mais de dois anos de governo.

    8 homens e um destino

    Entre eles, estão os senadores Eduardo Braga (MDB) e Omar Aziz (PSD), e os deputados federais Pauderney Avelino (DEM), Alfredo Nascimento (PR), Silas Câmara (PRB), Átila Lins (PP), Arthur Bisneto (PSDB) e Gideão Amorim (MDB).

    David Lula Almeida?

    Se quiser o apoio do Partido dos Trabalhadores na eleição para o Governo do Amazonas, o presidente da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), David Almeida (PSB), terá de vestir a camisa vermelha e entoar o coro de ‘Lula Livre’.

    Daqui a pouco vão querer que o pré-candidato a governador mude o nome para David Lula Almeida

    Curto e grosso

    Pelo menos foi esse o recado dado pelo diretório estadual da sigla, durante o pré-lançamento da campanha do Luiz Inácio Lula da Silva para presidente, realizado ontem (11) no Amazonas, e que será feito, também, em todas as capitais do país.

    Lula lá

    O presidente do PT no Amazonas, o deputado estadual Sinésio Campos, deu o recado.

    Ele disse que o cenário não mudou. O partido não tem plano B, tem candidato à Presidência da República e ele se chama Luiz Inácio Lula da Silva.

    — Se PSB e PCdoB quiserem coligar conosco, serão bem-vindos, mas terão que fazer palanque ao Lula –, avisou o petista.

    Lanterna

    Se o ex-ministro de Michel Temer Henrique Meirelles tem apenas 1% das intenções de voto, imaginem Michel Temer.

    O presidente atingiu um novo patamar de impopularidade: 82% dos brasileiros consideram seu governo ruim ou péssimo, o pior índice já registrado pelo Datafolha.

    Desabou

    Uma pesquisa realizada pelo instituto, após greve dos caminhoneiros e divulgada no domingo (10), revela que a taxa de reprovação de Temer subiu 12 pontos percentuais desde abril, quando 70% consideravam seu governo ruim ou péssimo.

    Dá-lhe, Lula!

    Enquanto isso, uma nova pesquisa Datafolha mostra que Lula manteve a mesma fatia do eleitorado, que detinha logo após sua prisão.

    Em abril, tinha 31% das intenções de voto. Na pesquisa realizada na quarta-feira (6) e na quinta-feira (7), ela se manteve no mesmo patamar: 30%.

    No entanto

    Na sexta-feira (8), o PT lançou Lula à Presidência.

    O partido deverá registrar seu nome na Justiça Eleitoral, no entanto o sonho petista pode vazar água, porque corre grande risco de a candidatura ser impugnada com base na Lei da Ficha Limpa, que impede condenados em segunda instância de participarem de eleições.

    Obras de verão

    O prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), lançou ontem (11) o Plano de Obras de Verão, que investirá de R$ 320 milhões no asfaltamento e recuperação de 10 mil ruas da capital do Amazonas.

    No rastro do Fundeb

    Ex-secretário de educação do Estado na gestão interina de David Almeida, Arone Bentes, que foi o responsável por orientar David a pagar o abono do Fundeb aos professores, quer “surfar” na onda dos mestres e será candidato a deputado federal.

    Poder e fé

    Ele se filiou recentemente ao Podemos, e já tem falado nas redes sociais de sua intenção de representar o Amazonas na Câmara dos Deputados.

    Além dos professores, ele tem força junto aos fieis da Igreja Adventista.


    Leia mais:

    Amazonas de pires na mão para salvar a Zona Franca. Até quando?

    A caixa preta dos combustíveis

    Notas da 'Contexto': Amazonas contra Temer