Fonte: OpenWeather

    Ataque a Bolsonaro


    Bolsonaro passa por nova cirurgia de emergência em São Paulo

    Em boletim médico divulgado às 23 horas, a entidade explica que a decisão pela intervenção ocorreu após Bolsonaro apresentar distensão (inchaço) abdominal progressiva e náuseas.

    O presidenciável foi operado na última quinta-feira (6) na Santa Casa de Juiz de Fora (MG), após ter sido atingido por uma facada durante ato de campanha na cidade .
    O presidenciável foi operado na última quinta-feira (6) na Santa Casa de Juiz de Fora (MG), após ter sido atingido por uma facada durante ato de campanha na cidade . | Foto: Reprodução

    O candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) voltou na noite desta quarta-feira, 12, para o centro cirúrgico do hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde passa por um procedimento de emergência. A assessoria de imprensa do hospital confirmou a realização da cirurgia.

    Em boletim médico divulgado às 23 horas, a entidade explica que a decisão pela intervenção ocorreu após Bolsonaro apresentar distensão (inchaço) abdominal progressiva e náuseas.

    Com os sintomas, ele foi submetido a uma tomografia de abdômen que evidenciou presença de aderência obstruindo o intestino delgado, indicando a necessidade de cirurgia. A cirurgia ainda está sendo realizada e é chefiada pelo médico Antonio Luiz de Vasconcellos Macedo.

    Segundo os cirurgiões, a aderência pode ocorrer quando tecidos fibrosos gerados pelo processo de cicatrização se ligam, levando à obstrução do canal do intestino. O quadro é comum após cirurgias abdominais como a de Bolsonaro.

    Pessoas que estiveram com Bolsonaro nesta tarde afirmaram ao Estado que ele aparentava estar extremamente debilitado.

    O filho do presidenciável, Flavio Bolsonaro disse ao Estado que não tinha mais detalhes sobre o procedimento. Ele também não respondeu se viria a São Paulo - ele está no Rio de Janeiro. 

    No boletim que havia sido divulgado pela manhã, os médicos informaram a suspensão da alimentação oral por causa do surgimento da distensão abdominal (inchaço do abdômen provocado por ar e que é consequência da redução do movimento do intestino). Esse inchaço no abdômen teria rompido três pontos.

    O presidenciável foi operado na última quinta-feira (6) na Santa Casa de Juiz de Fora (MG), após ter sido atingido por uma facada durante ato de campanha na cidade .

    Leia mais:

    Ataque a Bolsonaro deve impactar a campanha eleitoral?

    Bolsonaro representa risco à democracia, escreve revista britânica

    Em foto no hospital, Bolsonaro simula armas na mão