Fonte: OpenWeather

    Eleições 2018


    Na disputa pelo governo do AM, candidatos lançam apoio a Bolsonaro

    Amazonino declarou apoio precoce e Wilson esperou decisão da executiva nacional do partido pelo qual é candidato

    Escolhas dos candidatos provocaram polêmicas na política
    Escolhas dos candidatos provocaram polêmicas na política | Foto: Em Tempo

    Manaus - Os candidatos ao Governo do Amazonas que foram para o segundo turno das eleições 2018, Amazonino Mendes (PDT) e Wilson Lima (PSC), declararam apoio ao candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro. Amazonino, precocemente, ainda no último domingo (7), data do 1º turno das Eleições, declarou apoio a Bolsonaro. Wilson, no entanto, esperou a executiva nacional do partido escolher quem iria apoiar.

    A decisão de Amazonino não agradou muito a executiva nacional do Partido Democrático Trabalhista (PDT), que ainda deve se reunir para decidir quem irá apoiar para a Presidência. Carlos Lupi, presidente nacional do PDT, disse que Amazonino nem esperou o partido tomar decisão sobre o apoio.

    Wilson, no entanto, preferiu ter mais cuidado sobre o assunto. O candidato aguardou a executiva nacional declarar oficialmente quem iria apoiar. Em nota, o Partido Social Cristão (PSC) declarou que "O PSC, é um partido que defende bandeiras liberais na economia e conservadoras nos costumes, e tem certeza que as propostas do candidato do PSL são as melhores para o País". 

    Leia mais:

    Aluno arremessa mesa e agride professor na Ufam

    Madonna posta imagem em apoio a companha #EleNão contra Bolsonaro

    Partidos de esquerda pregam união e falam em fascismo