Fonte: OpenWeather

    Política


    Buracos, transporte e água são prioridades no plano de 100 dias da Prefeitura

    Investir em serviço de tapa buraco, melhorar o transporte coletivo e o abastecimento da água em Manaus. Estes são os principais problemas que o prefeito Arthur Neto (PSDB) garante dar prioridade no plano de 100 dias a frente da prefeitura de Manaus.   A declaração foi dada na primeira coletiva de Arthur como prefeito, durante sessão de posse dos novos secretários, ocorrida nesta terça-feira (1º) na sede da Prefeitura de Manaus, na Compensa, Zona Oeste. O novo chefe do executivo municipal declarou ainda que haverá intervenções no Centro da cidade para resolver problemas de infraestrutura. Com relação ao abastecimento de água, Artur disse que pretende sentar com o governador do Estado, Omar Aziz, para formalizarem como se dará essa ação conjunta na resolução do problema. Além do governo estadual, o prefeito informou que também deve buscar apoio do governo federal para que exista mais força na resolução dosproblemas mais urgentes da cidade. Quando questionado sobre o aumento da passagem de ônibus, Artur informou que pode existir aumento. "Deve aumentar, mas esse aumento não funcionará com pressão. Iremos estudar as melhores formas para resolver essas questões no transporte coletivo", disse o atual prefeito. Novos secretários Na cerimônia de posse dos secretários, o prefeito Artur Neto (PSDB) disse ter convicção que montou uma equipe competente e que quer que este trabalho seja em conjunto. "Confio muito no desempenho de cada secretário que foi escolhido", declarou o prefeito. Artur informou ainda que pretende trabalhar com clareza junto com seu secretariado. "Empenho e transparência são palavras-chaves desta gestão e quem não bater a meta será substituído", disse o prefeito. Os secretários que tomaram posse foram: Hissa Abrahão (Seminf), Kátia Schweickardt (Semmas), Marcos Herzon Cavalcante (Procuradoria Geral do Município), Humberto Michiles (Semgov), José Fernandes (Gabinete Militar), Márcio Noronha (Semcom), Ulisses Tapajós (Semef), Pauderney Avelino (Semed), Evandro Melo (Saúde), Luiz Irapuã Pinheiro (Semad), Jefferson Praia (Sempab), Paulo Ricardo Rocha (Semulsp), Fabrício Lima (Semdej), Rafael Lemos (Secretaria extraordinária de requalificação do centro de Manaus), Lourenço Braga (Gabinete Civil), Maria Goreth do Carmo Ribeiro (Semasdh), José Augusto Rodrigues (Semtrad), Roberto Moita (Implurb), Pedro Carvalho (SMTU e Manaustrans), Inês Daou (Manaustur), Luiza Maria Bessa Ribeira (FESPM), Marta Moutinho (Fundação Dr. Thomas), Edson Nogueira (Manausprev) e Roberto de Souza (ManausMed).