Fonte: OpenWeather

    Política


    Vereador propõe revitalização do centro histórico de Manaus

    O objetivo do Projeto é ajudar a revitalização do Centro histórico de Manaus, em especial, a rua Bernardo Ramos e seu entorno - foto: Alberto César Araújo
    O objetivo do Projeto é ajudar a revitalização do Centro histórico de Manaus, em especial, a rua Bernardo Ramos e seu entorno - foto: Alberto César Araújo

    O vereador Marcelo Serafim, líder do PSB na Câmara Municipal de Manaus, ocupou na manhã desta segunda-feira (1º) a Tribuna para anunciar que vai apresentar emenda com o objetivo de ajudar a revitalização do Centro antigo de Manaus, em especial, a rua Bernardo Ramos e seu entorno. O vereador buscou o apoio dos membros da Casa, como os vereadores Ednailson Rozenha (PSDB) e da Pastora Luciana (PP).

    “Conversei com o vereador Rozenha e quero agradecê-lo por colocar a emendar para a Manauscult para que no próximo ano, com nossos projetos, possamos revitalizar o centro antigo da cidade”, disse.

    De acordo com Serafim, em conversa com o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula, lhe foi dito que uma casa na rua Bernado Ramos custa em torno de 300 mil reais e que uma emenda parlamentar poderia fazer com que a prefeitura desapropriasse outras casas (a prefeitura já tem duas casas), mas o ideal seriam mais três para que após a revitalização elas pudessem ser oferecidas e licitadas aos restaurantes de grande porte.

    “Tenho certeza que esta ação irá aumentar o fluxo de turistas para aquela área. Com a aquisição destas propriedades teremos um centro revitalizado, com restaurantes de qualidade e motivando a população para ir até lá, afinal são as pessoas que movimentam o centro”, ressaltou.

    Com informações da assessoria.

    Mais lidas

    1. Democracia ameaçada pelo avanço do discurso militar

    2. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    3. Temer exonera oito ministros

    4. Líder do governo na Aleam confirma mais três apoiadores na base

    5. Sob pressão, Aécio indica que deixará presidência do PSDB