Fonte: OpenWeather

    Política


    Lei vai restringir circulação de veículos pesados em julho

    As novas restrições impostas pela Prefeitura de Manaus vão diminuir a circulação de veículos pesados nos horários de pico – foto: divulgação
    As novas restrições impostas pela Prefeitura de Manaus vão diminuir a circulação de veículos pesados nos horários de pico – foto: divulgação

    O diretor-presidente do Instituto de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans), Paulo Henrique Martins, anunciou, em entrevista ao EM TEMPO, que no mês de julho as avenidas Umberto Calderaro Filho (antiga Paraíba) e Mário Ypiranga Monteiro (antiga Recife), na Zona Centro-Sul de Manaus, passarão a fazer parte das Vias de Máxima Restrição de Circulação (VMRC), a exemplo do que já ocorre em outros dois corredores da mesma zona da cidade.

    Para o líder do governo na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e vice-presidente da Comissão de Transporte, Viação e Obras Públicas (Comtvop), vereador Elias Emanuel (sem partido), as leis que envolvem a restrição de circulação de veículos, bem como outras normas para o trânsito, são de competência do Executivo municipal, como determina o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). “Não é característica das competências da Câmara legislar sobre o assunto, este é um tema de responsabilidade do prefeito Arthur Neto, o qual ele tem levado muito a sério”, afirmou Elias.

    Mobilidade

    O parlamentar falou também sobre o papel que o Legislativo vai poder desempenhar, contribuindo para o trabalho do Executivo, por meio da elaboração do Plano de Mobilidade Urbana que está em trâmite.

    “A respeito da segurança no trânsito, o grande mote que a comissão de transportes da câmara vai se apossar é a discussão do Plano de Mobilidade Urbana, pois em uma sequência de nove audiências, que estão ocorrendo pela cidade, a população está sendo chamada a participar e dar a sua opinião, logo o plano vai chegar à Câmara e, da mesma forma que o Executivo, a CMM vai oferecer aos cidadãos a oportunidade de contribuir com sua visão e sugestões ao projeto por meio de audiências públicas, antes de votar definitivamente o tema”, destacou Elias.

    As leis, decretos e portarias que normatizam a circulação de veículos de grande porte, como, por exemplo, caminhões e carretas, em determinadas áreas da cidade, têm sido implementadas há pouco mais de dois anos e devem aumentar de número já no próximo mês, conforme a informação do titular do Manaustrans.

    “Estamos na fase final da preparação para a ampliação da restrição de circulação de veículos pesados em dois corredores viários que são eixos muito importantes no tráfego da nossa cidade. No mês de julho, o Manaustrans vai publicar as portarias que incluem entre as VMRCs as avenidas Mário Ypiranga e Umberto Calderaro, seguindo parâmetros semelhantes aos adotados nas avenidas Constantino Nery e Djalma Batista”, anunciou Paulo Henrique.

    Regras de circulação

    O diretor-presidente da autarquia declarou, ainda, que em seguida devem ser contempladas avenidas como Ephigênio Sales e boulevard Álvaro Maia, porém com regras diferenciadas, contemplando a realidade da importância e estratégia de uso de cada corredor.

    “Ainda não temos uma data, mas as regras para a circulação desses veículos serão ampliadas para o corredor da Ephigênio Sales e Álvaro Maia, porém com algumas diferenças; por exemplo, na Ephigênio, a restrição deve contemplar somente os horários de pico (de manhã e ao final da tarde), não interferindo na circulação no horário entre-pico, por tratar-se de um corredor que liga o aeroporto internacional ao Distrito Industrial, o que a torna uma via importantíssima e estratégica para a economia da nossa cidade”, ressaltou o titular do trânsito municipal.

    Por Helton de Lima (Equipe EM TEMPO)

    Mais lidas

    1. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    2. Temer exonera oito ministros

    3. Líder do governo na Aleam confirma mais três apoiadores na base

    4. Sob pressão, Aécio indica que deixará presidência do PSDB

    5. Amazonino Mendes empossa novos gestores