Fonte: OpenWeather

    Política


    À espera de Dilma, líder pró-impeachment bate boca com petistas

    Marcello reis

    O hotel que abrigará o 5º Congresso do PT foi palco nesta quinta-feira (11) de um bate-boca bastante agressivo entre petistas e o empresário Marcello Reis, líder do movimento Revoltados Online, que pede o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

    Hospedado no mesmo hotel onde se espera a chegada de Dilma e do ex-presidente Lula, em Salvador, Reis ameaçou partir para a agressão física após ser abordado pelo senador Paulo Rocha (PT-PA).

    ‘Pau no cu do PT’, disse ele quando o petista perguntou se sua presença não deveria ser encarada como uma ‘provocação’.

    "Provocação é esse governo, que rouba os nossos impostos", disse Reis.

    Ao presenciar o constrangimento, o ex-deputado Paulo Ferreira (PT-RS) se aproximou dos dois adotando um tom mais ofensivo. "Esse filho da puta quer levar porrada", disse.

    Reis reagiu: "Vem, que eu pego dez de vocês".

    Antes da abordagem dos petistas, o líder do Revoltados Online explicava à reportagem o propósito de sua presença em Salvador. "Vim encontrar o Lula, vai ser lindo", ironizou.

    Reis afirmou que dez ônibus de manifestantes chegarão à capital baiana nesta quinta para um protesto pelo impeachment de Dilma durante o congresso do partido.

    Grupos

    Pelo menos oito entidades que capitanearam os protestos contra Dilma em março e abril deste ano convocaram manifestações de repúdio ao PT na capital baiana. Eles devem se concentrar na praça Brigadeiro Faria Rocha, no Rio Vermelho, a poucos metros do hotel onde será realizado o congresso.

    Segundo os organizadores do evento, o protesto tem como objetivo "expor a radicalização socialista" do caderno de teses do PT.

    O documento, intitulado "Um partido para tempos de guerra", afirma que o PT enfrenta a maior crise de sua história e defende que o partido atue para "neutralizar a burguesia" e derrotar o "grande capital".

    O caderno de teses também defende que a presidente Dilma assuma protagonismo na luta contra a ‘direita’.

    Além de Reis, o protesto em Salvador terá a participação de Kim Kataguiri, coordenador nacional do Movimento Brasil Livre, que já está na capital baiana. Nesta terça-feira (9), o jovem militante participou de um café da manhã no Mercado do Rio Vermelho com deputados do DEM, PSDB e PMDB da Bahia.

    Na conversa, militantes e deputados debateram propostas de impeachment da presidente Dilma e privatização da Petrobras.

    Por Folhapress