Fonte: OpenWeather

    Política


    Comissão de Direitos Humanos vai debater Passe Livre Estudantil

    Os relatórios de atividades do primeiro semestre de 2015 também foram apresentados aos membros - foto: divulgação
    Os relatórios de atividades do primeiro semestre de 2015 também foram apresentados aos membros - foto: divulgação

    Nesta quarta-feira (9), durante a reunião da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa, da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), foi aprovada a realização da Audiência Pública para debater o Passe Livre Estudantil para a Região Metropolitana de Manaus (RMM). O debate será realizado juntamente com a Comissão de Transporte, Trânsito e Mobilidade. A pauta originou-se nos movimentos estudantis, que vem lutando para que o poder público conceda esse benefício aos jovens

    “O passe livre iria ajudar a juventude não apenas a ir à escola, mas também a se qualificar, a se ocupar e evitaria que ficasse sujeita a marginalidade. O custo de um jovem que abandona os estudos é bem maior do que o de conceder esse benefício”, expôs o presidente da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa, deputado José Ricardo Wendling (PT).

    Na reunião, aprovaram ainda, a participação da Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa como membro do Comitê Dora – um grupo de comunitários, amigos, familiares, advogados e mais de 30 outros movimentos populares, que se organizaram para pressionar o Governo do Estado na investigação e punição dos culpados pelo assassinato da líder da Comunidade Portelinha (município de Iranduba), Maria das Dores dos Santos Salvador (Dona Dora Priantes).

    Outro encaminhamento aprovado foi o acompanhamento da comissão no caso do adolescente indígena torturado por agentes públicos, no município de Tapauá. Já foram enviados ofícios para a Fundação Nacional do Índio (Funai) e para a Comissão de Assuntos Indígenas da Aleam.

    Os relatórios de atividades do primeiro semestre de 2015 também foram apresentados aos membros.

    Com informações da assessoria de comunicação

    Mais lidas

    1. Plenário pode votar criação de polícia penal e regulamentação do Uber

    2. Amazonino estabelece medidas para ‘arrumar a casa’

    3. Cidadão pode contribuir com leis em portal

    4. Um dos mais importantes juristas brasileiros, Ives Gandra analisa crise no país

    5. Democracia ameaçada pelo avanço do discurso militar