Fonte: OpenWeather

    Política


    No Facebook, deputado questiona se vale a pena cassar Cunha e salvar Dilma

    Deputado que se notabilizou nacionalmente em 2009 ao dizer que se lixava para a opinião popular, Sérgio Moraes (PTB-RS) publicou em sua página no Facebook uma consulta para saber se vota pela cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ) mesmo sob risco de inviabilizar o impeachment de Dilma Rousseff.

    A postagem, datada de sábado (21), informa que ele deve assumir a vaga de titular no Conselho de Ética da Câmara no lugar de Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP).

    "Quero repartir com vocês a cruel dúvida: se cassar Eduardo Cunha estaremos dando uma carta de liberdade com a chave do cofre por mais três anos para Dilma e seu grupo. Se não cassarem Eduardo Cunha estaremos sendo presididos por um suposto estelionatário do dinheiro publico", escreveu o deputado.

    Morais destaca que não há condenação contra Cunha e que em relação a aliados do governo, há condenados e presos.

    "A pergunta que vocês devem estar querendo me fazer é: por que não cassar os dois? Porque se cassar Cunha, o próximo presidente da Câmara Dos Deputados será eleito pelos governistas aliados de Dilma, logo vai engavetar qualquer pedido de impeachment", diz o deputado.

    O PTB é aliado de primeira hora de Cunha na Câmara. Faria de Sá, porém, teria indicado a aliados a intenção de votar contra Cunha.

    "Por isso amigos e amigas, não vou fugir da minha responsabilidade, preciso da sua orientação para saber qual é o menos pior na sua opinião [a cassação de Cunha ou a de Dilma]", encerra o deputado.

    Em 2009, Moraes acabou afastado da relatoria do caso do deputado que tinha um castelo no interior de Minas Gerais (Edmar Moreira) após declarar que se lixava para a opinião pública.

    Por Folhapress