Fonte: OpenWeather

    Política


    Grupo manifesta contra tentativa de Maranhão para impedir processo de impeachment

    ).    Os manifestantes fazem parte do movimento Amazonas em Ação - foto: divulgação
    ). Os manifestantes fazem parte do movimento Amazonas em Ação - foto: divulgação

    Um grupo de manifestantes saiu às ruas mais uma vez contra o governo Dilma Roussef (PT). Desta vez, por conta da decisão do presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), de interromper o processo do impeachment.

    O ato acontece no posto 700, localizado na avenida Djalma Batista, no conjunto Vieiralves, Zona Centro-Sul e teve início as 17h30 desta segunda-feira (9).    Os manifestantes fazem parte do movimento Amazonas em Ação.

    O coordenador do movimento, Júnior Oliveira, falou que a ação de última hora é para demonstrar que o povo está em alerta.  "Nós não vamos nos calar diante desta tentativa de golpe do deputado Waldir Maranhão, que agiu de forma inconstitucional, tentando  barrar o processo de impeachment”.

    Os organizadores disseram ainda que movimentos parecidos com este estão acontecendo em todo Brasil.

    Na próxima quarta-feira (11), data prevista para acontecer a votação do afastamento de Dilma por 180 dias, o movimento vai montar um telão para transmitir a votação ao vivo na praça Domingos Russo, também na avenida Djalma Batista, com um carro de som que vai dar apoio ao ato.

    Por Joandres Xavier

    Mais lidas

    1. Um dos mais importantes juristas brasileiros, Ives Gandra analisa crise no país

    2. Democracia ameaçada pelo avanço do discurso militar

    3. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    4. Temer exonera oito ministros

    5. Líder do governo na Aleam confirma mais três apoiadores na base