Fonte: OpenWeather

    Política


    Com as bênçãos de Omar, Josué Neto será vice de Marcelo Ramos à prefeitura de Manaus

    Omar criticou a aliança entre Arthur e Braga e afirmou que sempre ajudou a administração do atual prefeito - foto Ione Moreno
    Omar criticou a aliança entre Arthur e Braga e afirmou que sempre ajudou a administração do atual prefeito - foto: Márcio Melo

    Confirmando os rumores, Omar Aziz (PSD) e Pauderney Avelino (DEM), firmaram apoio à candidatura de Marcelo Ramos (PR). O anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira (5), e com as decisões, Wilson Lima não é mais candidato a vice prefeito, dando lugar ao deputado estadual Josué Neto (PSD).  

    De acordo com Marcelo Ramos, o momento é  de seguir o caminho da transição traçando uma nova política. "Não estou aqui para derrotar ninguém, mas sim derrotar as dificuldades de Manaus", afirmou Ramos.

    Omar criticou a aliança entre Arthur e Braga e afirmou que sempre ajudou a administração do atual prefeito. "Espero que Marcelo ganhe essa eleição com trabalho e sem sobra", disse.

    Pauderney Avelino firmou o apoio do Democratas à candidatura de Ramos. "O meu partido não aceitou a decisão de Arthur, pois isso não faria bem a cidade de Manaus", ponderou.

    Conforme Alfredo Nascimento (PR) a união entre PMDB e PSDB foi um tiro no pé. Segundo ele, Wilson pediu para sair e solicitou que Omar definisse quem faria a composição de chapa como vice prefeito.  "Willson foi sucinto e viu a necessidade de trabalhar e continuará apoiando à candidatura do Marcelo", disse Alfredo.

    Abrindo mão da candidatura de vice prefeito, Willson Lima afirmou que Josué Neto será o novo candidato a vice. Lima destacou que não fará campanha para candidato a vereador de Manaus. "Eu entendi que ajudaria a resolver muitos problemas de Manaus. Eu disse que a minha colaboração independe do meu cargo", afirmou Lima ao ressaltar que não há espaço para vaidades.

    Josué afirmou que saberá usar o conhecimento político para somar em uma eventual administração de Ramos.

    Por Asafe Augusto

    Mais lidas

    1. Um dos mais importantes juristas brasileiros, Ives Gandra analisa crise no país

    2. Democracia ameaçada pelo avanço do discurso militar

    3. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    4. Temer exonera oito ministros

    5. Líder do governo na Aleam confirma mais três apoiadores na base