Fonte: OpenWeather

    Política


    Após empate na corte do TRE, julgamento que pede cassação de Melo é adiado mais uma vez

    O processo foi retirado de pauta pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Yedo Simões, após empate na corte - foto: Márcio Melo
    O processo foi retirado de pauta pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Yedo Simões, após empate na corte - foto: Márcio Melo

    O julgamento da ação que pede a cassação do governador do Amazonas, José Melo (Pros), e do vice, Henrique Oliveira (SD), foi adiado mais uma vez nesta quarta-feira (24). O processo foi retirado de pauta pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), Yedo Simões, após empate na corte.

    Os juízes eleitorais Felipe Thury, Henrique Veiga e Abraham Peixoto votaram contra a cassação. Já os magistrados Ana Paula Serizawa, Francisco Marques e o desembargador relator do processo, João de Jesus Abdala, votaram a favor da ação.

    Melo e Oliveira são acusados de abuso de poder econômico e político nas eleições de 2014. O julgamento começou no dia 28 de junho deste ano.

    Em janeiro, o governador e o vice tiveram os mandatos cassados pela Justiça Eleitoral do Estado por compra de votos na eleição passada. Eles recorreram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e permanecerão no cargo até decisão final.

    Por equipe EM TEMPO Online

    Mais lidas

    1. Cidadão pode contribuir com leis em portal

    2. Um dos mais importantes juristas brasileiros, Ives Gandra analisa crise no país

    3. Democracia ameaçada pelo avanço do discurso militar

    4. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    5. Temer exonera oito ministros