Fonte: OpenWeather

    Política


    Vanessa Grazziotin manifesta expectativa da volta de Dilma à presidência

    Para a senadora, o afastamento de Dilma é uma traição da classe política que faz o povo brasileiro de vítima – foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
    Para a senadora, o afastamento de Dilma é uma traição da classe política que faz o povo brasileiro de vítima – foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

    A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) manifestou sua expectativa de que a presidente afastada, Dilma Rousseff, seja inocentada no processo de impeachment e possa reassumir a Presidência da República. Em sua opinião, o afastamento de Dilma é uma traição da classe política que faz o povo brasileiro de vítima.

    Ao citar entrevista do ministro Gilberto Kassab, a senadora avaliou que a presidente não está sendo julgada pela abertura de créditos suplementares, mas "pelo conjunto da obra". Vanessa considera que Dilma não cometeu crime de responsabilidade e enfrenta o que chamou de “colégio eleitoral de exceção” destinado a mudar o projeto político e tirar direitos dos trabalhadores.

    - Nós estamos trabalhando para, daqui até o dia do julgamento, mostrar isso à nação. A presidente Dilma estará sentada aqui na próxima segunda-feira. Aqui ela não estará na condição de ré. Aqui ela estará na condição de vítima, e eles sabem disso - afirmou.

    Vanessa Grazziotin também criticou o anúncio de redução do plano de inventivo à aviação regional, o que causará prejuízos ao transporte na Amazônia, segundo ela. A senadora lembrou que o programa de ampliação e reforma foi reduzido de 270 aeroportos para somente 53, apesar de os recursos para as obras já serem cobertos pelo Fundo Nacional de Aviação Civil. Vanessa considera a situação lamentável para o Amazonas, onde é muito grande a distância entre as cidades e a navegação fluvial sofre com o regime das chuvas.

    Por Agência Senado