Fonte: OpenWeather

    Política


    TRE defere registro de candidatura de Serafim Corrêa

    O candidato a prefeito de Manaus deputado Serafim Corrêa (PSB) é o segundo entre os nove concorrentes a ter o pedido de registro deferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Além dele, o da sua vice, Cristiane Balieiro (PSDB) e 41 candidatos a vereador do partido também estão aptos para a disputa eleitoral.

    No último domingo, o juiz do pleito, Marcelo Vieira, assinou o deferimento das candidaturas a prefeito e vice de Henrique Oliveira (SDD) e Alessandro Bronze (PRTB), respectivamente. Os outros 7 prefeituráveis ainda aguardam o julgamento.

    Dos 1418 candidatos para o cargo de vereador a Comissão de Registro de Candidaturas do TRE já deferiu 235. O prazo para julgar todos os registros será até o dia 12 de setembro, mas o tribunal já adiantou que tudo será concluído entre os dias 5 ou 7 de setembro.

    O julgamento do registro de Serafim foi publicado no mural eletrônico do TRE, que de acordo com a decisão do juiz Marcelo Vieira, foram juntados todos os documentos de exigidos pela legislação, no prazo legal, sem impugnação. O Ministério Público Eleitoral manifestou-se também favorável ao deferimento do pedido.

    Procurado, Serafim diz que isso é o resultado de um trabalho árduo, feito pelos companheiros do Partido Socialista Brasileiro, coordenado pelo Lincoln Menezes, seguindo o rito normal, já que foram apresentados todos os documentos exigidos.

    “Esse resultado mostra a minha personalidade e caráter da minha carreira política, que sempre se manteve de acordo com a lei, em questão de ficha limpa. Está vencida uma etapa da parte política da candidatura e nós prosseguimos com a nossa campanha, buscando espaço no horário eleitoral, rádio e televisão, internet, nas ruas e entrevistas”.

    Mais lidas

    1. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    2. Temer exonera oito ministros

    3. Líder do governo na Aleam confirma mais três apoiadores na base

    4. Sob pressão, Aécio indica que deixará presidência do PSDB

    5. Amazonino Mendes empossa novos gestores