Fonte: OpenWeather

    Política


    José Ricardo solicita audiência pública para debater impactos da PEC 241 no Amazonas

    Deputado José Ricardo se diz entristecido com erros da sigla e pede punição para corruptos – foto: divulgação
    A ideia do parlamentar é promover uma audiência aberta para que a sociedade civil possa participar – foto: divulgação

    O deputado estadual José Ricardo Wendling (PT) vai apresentar um requerimento para que a Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) realize uma audiência pública para tratar dos impactos no Amazonas da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que congela as despesas do Governo Federal, inclusive, em áreas como educação e saúde, por até 20 anos.

    A Câmara dos Deputados aprovou esta PEC em primeira votação, na última segunda-feira (10). A propositura além de congelar os investimentos em áreas essenciais também altera a regra de reajuste do salário mínimo oficial, que se limitará à variação da inflação. A proposta ainda precisa passar por segunda votação na câmara e mais duas no senado.

    “Mais uma decisão deste governo ilegítimo que tomou num golpe parlamentar a presidência do país. Mais uma proposta para retirar direitos da população e dos trabalhadores. É um retrocesso apresentar uma proposta que, simplesmente, congela por 20 anos investimento em áreas essenciais como educação, saúde e assistência social, e que limita gastos em segurança, moradia. Por que não se combate a sonegação fiscal que é de 5 a 6 vezes maior do que a própria corrupção? Por que não se investe em políticas de eficiência dos gastos públicos? Por que não implantar o imposto único sobre as grandes fortunas? Porque preferem não cobrar dos mais ricos e sacrificar os mais pobres”, criticou José Ricardo.

    A ideia do parlamentar é promover uma audiência aberta para que a sociedade civil, a comunidade acadêmica, os movimentos sociais, os poderes executivo, legislativo e judiciário possam participar e discutir a repercussão social, educacional e econômica desta PEC no estado.

    Ao final do debate será encaminhado um parecer do Amazonas ao congresso nacional e à bancada amazonense sobre o conteúdo desta proposta, no intuito de orientar a votação destes. Na primeira votação na Câmara dos Deputados, os deputados federais do estado votaram, quase por unanimidade, pela aprovação do projeto.

    Com informações da assessoria

    Mais lidas

    1. Cidadão pode contribuir com leis em portal

    2. Um dos mais importantes juristas brasileiros, Ives Gandra analisa crise no país

    3. Democracia ameaçada pelo avanço do discurso militar

    4. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    5. Temer exonera oito ministros