Fonte: OpenWeather

    Política


    Candidatos têm até esta segunda para oficializar candidaturas junto ao TRE-AM

    José Ricardo e Sinésio Campos foram os primeiros a homologar as candidaturas - Michael Dantas

    Os deputados estaduais José Ricardo Wendling e Sinésio Campos, do (PT), candidatos a governador e vice nas eleições suplementares deste ano, oficializaram a candidatura, na tarde deste domingo (18), na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM), no Aleixo, Zona Centro-Sul. Alguns tópicos do plano de governo da chapa também foram entregues durante o registro. Eles são os primeiros a registrar candidatura no órgão. As outras sete chapas devem oficializar apenas na segunda-feira (19), último prazo para concorrer oficialmente ao pleito.

    A escolha de José Ricardo e Sinésio Campos, segundo o Partido dos Trabalhadores, veio para romper com o grupo político que há mais de 35 anos administra o Estado.

    José Ricardo informou ao EM TEMPO, por telefone, que acredita que haverá nova votação no Amazonas  para decidir quem será o governador e a sua chapa estará na disputa. Confiante, ele garantiu que vencerá as eleições no segundo turno.

    De acordo com o presidente estadual do PSDB, Mário Barros, a oficialização da candidatura de Amazonino Mendes (PDT), e do deputado estadual Bosco Saraiva (PSDB), junto ao Tribunal Regional Eleitoral, deve ocorrer apenas na segunda-feira (19), com horário a ser definido. Segundo o presidente, o registro da chapa não foi homologado neste domingo porque o partido não foi informado pelo tribunal que haveria plantão para o registro das candidaturas no fim de semana.

    A chapa se organiza para entregar todos os documentos exigidos pelos TRE-AM, além do plano de governo. Na tarde de hoje, o partido realiza uma reunião com os candidatos e a base de aliança para alinhar todos os trâmites exigidos pelo órgão referente ao registro de candidatura.

    Eduardo Braga e Marcelo Ramos

    Segundo o secretário geral do PMDB, no Amazonas, Miguel Capobiango, o registro da candidatura do senador Eduardo Braga, como candidato majoritário ao cargo de governador, e Marcelo Ramos, como vice, deve ocorrer também na manhã de segunda-feira (19). Na ocasião também será entregue o plano de governo da chapa.

    Ainda de acordo com Capobiango, o registro da chapa deve ocorrer entre 10h e 11h da manhã.

    Wilker Barreto e Professora Jacqueline

    O secretário-geral estadual do PHS, Orleans Murilo, informou que o registro da candidatura do vereador Wilker Barreto e da professora Jacqueline, ambos do mesmo partido, ocorrerá às 17hs de segunda-feira, na sede do tribunal. O plano de governo será apresentado oficialmente à imprensa logo após a homologação.

    Marcelo Serafim e Sirlan Cohen 

    Sirlan Cohen (PMN), vice na chapa de Marcelo Serafim (PSB), informou ao EM TEMPO que o registro da candidatura deles deve ocorrer às 10h desta segunda-feira. O registro só deve ocorrer após Sirlan entregar a solicitação de desligamento da Câmara Municipal de Manaus (CMM), onde atua como assessor parlamentar no gabinete de um vereador. De acordo com a Lei Complementar 64/1990 diz que quem ocupa cargos comissionados (indicados para a função) precisam pedir exoneração para concorrer a cargos públicos.

    Liliane Araújo e Cabo Lobo

    A jornalista Liliane Araújo disse que sua candidatura, junto com o Cabo Lobo, ambos do (PPS), será protocolada na sede do TRE na segunda-feira (19), às 11 horas. A comunicadora já concorreu para o cargo de vereadora nas eleições de 2016, mas ela não foi eleita. Ela teve 2.339 votos na ocasião.

    A reportagem tentou contato com os candidatos Luiz Castro (Rede) e João Victor Tayah (Psol), além de Rebecca Garcia (PP) e Abdala Fraxe (PTN), mas as ligações não foram atendidas até a publicação desta matéria.

    Registro TRE

    Conforme o calendário do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), os pré-candidatos, partidos e coligações têm o prazo para o registro de suas candidaturas até às 19 horas desta segunda.

    Depois que os pedidos de registro de candidatos forem todos entregues, a Justiça Eleitoral emitirá um recibo para os candidatos e um outro será anexado nos autos, comprovando a leitura e o recolhimento dos arquivos digitais gerados pelo Sistema do tribunal. Esses arquivos terão as informações dos formulários do Requerimento de Registro de Candidatura (RRC) e Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários (Drap).

    Depois disto será providenciada a publicação de edital contendo os pedidos de registro, para ciência dos interessados, no Diário da Justiça Eletrônico.

    Aprovação

    Somente podem concorrer às eleições os candidatos que forem considerados aptos, ou seja, aqueles que tiveram registros deferidos ou mesmo que ainda estejam com recurso pendente de decisão. No caso de o candidato concorrer nas eleições com registro pendente de decisão, a validade dos votos a ele atribuídos ficará condicionada ao deferimento do registro da candidatura por instância superior.

    Elias Pedroza

    EM TEMPO

    Mais lidas

    1. Plenário pode votar criação de polícia penal e regulamentação do Uber

    2. Amazonino estabelece medidas para ‘arrumar a casa’

    3. Cidadão pode contribuir com leis em portal

    4. Um dos mais importantes juristas brasileiros, Ives Gandra analisa crise no país

    5. Democracia ameaçada pelo avanço do discurso militar