Fonte: OpenWeather

    Política


    Amazonino Mendes disputa segundo turno contra Eduardo Braga em eleição do AM

     

    Com 100% das urnas apuradas, o resultado das eleições suplementares no Amazonas apontam um vitória parcial do ex-governador Amazonino Mendes (PDT), que enfrentará o senador Eduardo Braga (PMDB) no segundo turno da disputa. Amazonino teve 38,77% dos votos válidos, enquanto Braga ficou com 25,36%.

    A candidata Rebecca Garcia (PP) aparece em terceiro lugar, com 18,06% dos votos e José Ricardo (PT), 12,17%. Os votos brancos e nulos somam 15,85% e as abstenções estão em 24,32%.

    Leia também‘Futuro do novo governador eleito no AM será definido em duas semanas’, garante Gilmar Mendes

    Amazonino, que já governou o Amazonas por três vezes e foi ainda prefeito de Manaus por três mandatos, formou uma coligação com o PSDB do prefeito Arthur Virgílio, o DEM do deputado Pauderney Avelino, o PSD do senador Omar Aziz. Já Eduardo Braga, governador por duas vezes e prefeito uma vez - além de vice -prefeito em outra ocasião - tem o apoio da senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB).

    As eleições suplementares decorrem da cassação da chapa do ex-governador José Melo (Pros), por compra de votos.

    A candidata Rebecca Garcia, que ficou em terceiro lugar, em entrevista a uma rádio local, disse que não deverá apoiar candidatos no segundo turno.

    "Eu não vejo mudança. Não me sinto representada por nenhum dos candidatos, porém quero parabenizar aos dois que irão para o segundo turno e desejo sorte ao Amazonas. Vamos em frente que temos muito a construir", disse Rebecca.


    Abstenções 

    O desembargador e presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Yedo Simões, destacou que neste pleito não houve uma abstenção absurda. "Ela está dentro do nível nacional. Além disso, é preciso levar em consideração a questão do deslocamento do eleitor. No interior há muita dificuldade para o eleitor alcançar o local de votação", informou.

    O número de eleitores que deixou de votar nesta eleição foi de cerca de 567 mil, totalizando pouco mais de 24% do total de votos. Os números são baseados no cadastramento biométrico do TRE-AM para está eleição.

    Por fim, Simões discursou sobre a expectativa para a o segundo turno da eleição suplementar, prevista para ocorrer no dia 27 de outubro. "Vamos usar o mesmo planejamento, que já está pronto. A partir de amanhã continuamos o trabalho, porque a eleição não terminou", concluiu.

    Segundo turno: 

    O pleito do segundo turno ocorrerá no dia 27 de agosto. Pelo calendário eleitoral, o TRE-AM tem até o dia 6 de outubro para fazer a diplomação do governador eleito.

    Gláucia Chair e Isac Sharlon
    EM TEMPO

    Leia mais:

    Amazonino é confirmado no segundo turno da eleição suplementar do AM

    Amazonino Mendes vota na eleição suplementar e fala em restaurar o Amazonas

    Durante voto, Eduardo Braga relembra trajetória para eleição inédita