Fonte: OpenWeather

    Política


    Novo presidente da Prodam assume gestão pública na tarde desta segunda (9)

    Diretor-presidente assume cargo público na Prodam na nova gestão de Amazonino Mendes

    O novo presidente da empresa de Processamento de Dados do Amazonas (Prodam), Fábio Naveca, foi empossado na tarde desta segunda-feira na sede do órgão público. O anúncio foi feito na semana passada pelo governador Amazonino Mendes durante a mudança do secretariado das pastas do novo mandato.

    Essa não será a primeira vez que Naveca vai trabalhar na Prodam. Entre 2011 e 2014, ele exerceu o cargo de assessor da presidência, quando esteve à frente de projetos estratégicos relacionados principalmente às áreas de educação e segurança pública. “Já tive a oportunidade de trabalhar como assessor  e agora retorno como diretor-presidente. Falei para o governador que trabalhar com tecnologia é um desafio, mas sei que não estou sozinho nessa jornada, conto com a garra e a experiência dos 400 empregados da empresa”, disse.

    Fábio também atuou na implantação do Sistema de Vigilância da Amazônia e em projetos de integração de tecnologias móveis. Antes de aceitar o convite do governador para assumir a diretoria da Prodam, Naveca exercia o cargo de Gerente de Planejamento e de Business Intelligence, do inglês inteligência de negócios da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas.

    O novo presidente do órgão público possui graduação em Informática e é especialista em gerenciamento de empresas. Possui experiência em gestão pública de TI, adquirida quando coordenou a diretoria do departamento de suporte da Secretaria Municipal de Projetos Especiais e Gestão Tecnológica da Prefeitura de Manaus, entre 2009 e 2011.

    Leia também: Amazonino convoca 300 concursados da Polícia Civil e anuncia melhorias na segurança pública

    Balanço

    O ex-diretor-presidente Márcio Silva de Lira assumiu a presidência da Prodam em abril de 2015.  A equipe liderada por ele foi responsável por colocar no ar o aplicativo Matrículas Amazonas, utilizado por 26% dos pais e responsáveis para fazer a matrícula da rede pública estadual e do município de Manaus em 2017. Com base nessa experiência de sucesso, a Prodam disponibilizou, em setembro deste ano, o aplicativo Amazonas na Palma da Mão. A solução oferece a cada cidadão amazonense uma identidade digital e torna possível acessar serviços de diferentes áreas de governo de maneira fácil e rápida, por meio do celular.

    Uma das principais estratégias adotada pela Prodam para enfrentar a grave crise econômica pela qual passou governo do Amazonas, nos últimos dois anos, foi aumentar o faturamento junto ao mercado privado. Em 2015, a participação do mercado privado no faturamento da Prodam foi de 5,02% e, em 2016 5,94%. Segundo a assessoria da empresa, a meta é encerrar o ano com 12%.

    No site é possível acompanhar as receitas e as despesas do Poder Público e dos órgãos governamentais, além dos repasses de recursos entre eles. Também estão disponíveis informações sobre contratos, licitações, compras e salários de servidores públicos. Outro recurso, ainda, é um gráfico com a relação dos órgãos e dos funcionários que mais utilizaram passagens e receberam diárias do governo.

    “Agradeço a oportunidade de ter estado à frente da Prodam nesses dois anos e seis meses por tudo que aprendi e pela oportunidade de trabalhar ao lado de profissionais incríveis. Realmente acredito que a tecnologia é capaz de transformar a vida das pessoas e espero que todos continuem contribuindo para isso”, disse Lira.

    Com informações de Assessoria

    Leia mais:

    Lei impede que vereadores assumam determinados cargos no governo do Estado

    Governo federal libera R$ 9,8 bilhões para gastos dos ministérios

    Saiba quem é quem no novo secretariado de Amazonino Mendes

    Mais lidas

    1. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    2. Temer exonera oito ministros

    3. Líder do governo na Aleam confirma mais três apoiadores na base

    4. Sob pressão, Aécio indica que deixará presidência do PSDB

    5. Amazonino Mendes empossa novos gestores