Fonte: OpenWeather

    Política


    CMM agiliza mudança na Lei Orgânica do Município em causa própria

    Mudança de vai permitir que o vereador Diego Afonso (PDT) fique licenciado do cargo para assumir a Suhab. Foto: Divulgação.

    Tramitando em regime de urgência na Câmara Municipal de Manaus (CMM) e com parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da casa, o projeto de lei nº 016/2017, pretende alterar o inciso 1º do artigo 52 da Lei Orgânica do Município de Manaus (Loman), cuja redação impede que vereadores assumam cargos em autarquias, reitorias e superintendências estaduais.

    A mudança desse artigo da Loman atende a uma urgência que surgiu na própria Câmara, com a nomeação do vereador Diego Afonso (PDT) para a Superintendência Estadual de Habitação (Suhab) pelo governador Amazonino Mendes (PDT), na semana passada, mas que por força da lei estaria impedido de assumir o cargo.

    A nomeação do vereador saiu na última quinta-feira, um dia depois de Amazonino ser empossado como governador do Estado.

    Leia também: Lei impede que vereadores assumam determinados cargos no governo do Estado

    À espera dessa votação e com a esperança de que seja aprovada em plenário, o vereador ainda não sabe dizer quando irá se licenciar do mandato para assumir a Suhab. Mas, disse à reportagem, acredita que na próxima semana essa questão já esteja resolvida. “Estamos respeitando a Loman e a casa já está providenciando todos os trâmites para meu licenciamento até que eu possa, de fato, assumir a secretaria”, disse Diego, que não entrou em detalhes sobre o impedimento legal. Ele acrescentou que a pasta possa sofrer uma fusão ou reestruturação nesse novo governo.

    Para o relator da matéria na CCJ, Joelson Silva (PSC), é injusto que o parlamentar seja impedido de assumir cargos estaduais, tendo que ser obrigado a renunciar seu mandato em caso de nomeação, conforme preconiza a Lei Orgânica de Manaus.

    “Estamos apenas corrigindo este artigo e dando a opção do vereador se licenciar para assumir funções no governo, o que já é permitido em esferas estaduais e federais. Lembrando que temos muitos parlamentares com capacidade de assumir uma autarquia aqui na casa, mas que estavam impedidos por conta da Loman”, destacou Joelson, que também exerce a liderança do prefeito Arthur Neto (PSDB) na casa.

    A reportagem procurou o presidente da Câmara, Wilker Barreto (PHS), que confirmou a agilidade na tramitação da matéria é para que Diego possa assumir a Suhab. Entretanto, ele afirmou que o projeto vai ser votado em dois turnos, que deve finalizar dentro de 10 dias.

    Wal Lima
    EM TEMPO

    Leia também:

    Vereadores de Manaus gastam mais de R$ 850 MIL com cotão em julho

    Vereadores em Manaus agora poderão ter até 5 linhas de telefone

    Aplicativo polêmico: uber volta a ser discutido por vereadores em Manaus

    Mais lidas

    1. Lava Jato investiga uso de subsidiárias da Petrobras para favorecer Odebrecht

    2. Temer exonera oito ministros

    3. Líder do governo na Aleam confirma mais três apoiadores na base

    4. Sob pressão, Aécio indica que deixará presidência do PSDB

    5. Amazonino Mendes empossa novos gestores