Fonte: OpenWeather

    Fique atento à dores


    Com dor na barriga e não sabe o que é ou o que fazer? Médico responde

    Especialista responde aos principais questionamentos sobre dores na barriga. A procura tardia por tratamento pode ser um problema

    Saiba diferenciar o tipo de dor que você sente
    Saiba diferenciar o tipo de dor que você sente | Foto: Reprodução

    Manaus – Dor abdominal pode ser mais do que um incômodo ou devido a uma comida que não “caiu bem”. Especialista alerta para atenção redobrada quando o assunto é dores na barriga e responde às perguntas mais feitas nos consultórios.  

    O cirurgião geral do Grupo Hapvida, Odicélio Silva responde às dúvidas sobre esta dor que persegue a maioria dos brasileiros. 

    Confira a explicação do especialista
    Confira a explicação do especialista | Foto: Divulgação

    Eu sinto dores abdominais constantes.  O que pode ser?

    Dor abdominal é um sintoma muito abrangente, podendo ser desde uma causa mais simples, como gastrite, infecção urinária ou uma cólica menstrual. Em casos mais graves podem ser apendicite ou obstrução intestinal. Nesses casos, o tratamento precisa ser imediato. 

    Em que momento é o alerta para buscar ajuda médica imediata?

    O paciente deve procurar ajuda imediata quando a dor é de início súbito, aquele que conhecemos “do nada” e de forte intensidade. Ela pode estar associada ou não, a vômito, febre, diarreia com sangue e aumento do volume do abdome. Se você tem dores na barriga que também não te deixam dormir é o momento de procurar ajuda. 

    Saiba em que momento procurar ajuda
    Saiba em que momento procurar ajuda | Foto: reprodução

    Quais tipos de doenças podem ser relacionados à dores abdominais?

    Muitas são as doenças relacionadas à dores abdominais. Vamos destacar a Colelitíase, conhecida pedra na vesícula. Em geral, as pessoas que apresentam esses sintomas precisam de cirurgia. Outra é a infecção urinária, causada pela falta de consumo de líquidos e que afetam diretamente bexiga, rins, ureter, bexiga e uretra.

    Podemos destacar também a apendicite, que é a inflamação do apêndice. A dor nessa região é aguda e acompanhada de náuseas, vômitos, falta de apetite, febre e vômitos. No caso da diverticulite, trata-se de inflamação na parede interna do intestino, com ela vem as dores abdominais somadas às náuseas e febre.

    Outra doença que podemos destacar é pancreatite aguda, inflamação no pâncreas, porém é menos grave pois dura poucos dias. A gastrite é uma das mais conhecidas, pode ser aguda (surge de repente) ou crônica, neste caso, o processo inflamatório leva mais tempo para ser tratado. 

    A constipação intestinal, conhecida como prisão de ventre é considerada após alteração do intestino com dificuldades de evacuação e alteração na qualidade das fezes. 

    Caso eu não procure ajuda médica de imediato. Corro algum risco de câncer ou algo parecido?

    Sim, toda dor abdominal precisa ser investigada, com uma entrevista com o profissional de saúde adequada, exame físico e complementares com o objetivo de definir o diagnóstico. 

    Saiba identificar o que é, de acordo com a dor

    Veja os sintomas de cada doença. Se você identificou, procure um médico
    Veja os sintomas de cada doença. Se você identificou, procure um médico | Foto: reprodução

    Excesso de gases: A dor é em forma de pontada na barriga, apresenta azia, arrotos frequentes e fisgadas no peito. 

    Má digestão: A pessoa sente cansaço excessivo, dor abdominal, azia, sensação e estômago cheio e arrotos frequentes. 

    Úlcera gástrica ou gastrite: A dor é constante e vem com a sensação de enjoo. Vômitos, náuseas e sensação de estômago cheio também são pontuados por especialistas. 

    Refluxo Gastroesofágico: A dor surge na entrada do estômago e acompanha uma espécie de queimação na garganta. Está aliada à arrotos frequentes, mau hálito ou sensação de bola na garganta. 

    Problemas no pâncreas ou vesículas:  Com as dores vem a febre, náuseas, vômitos, inchaços na barriga e diarreia com fezes amareladas. 

    Vermes intestinais: Os mais comuns são perdas de peso, coceira no ânus, alterações no apetite, barriga inchada e cansaço sem razão. 

    Vermes podem causar dores abdominais
    Vermes podem causar dores abdominais | Foto: reprodução

    Câncer no intestino ou estômago: A dor é acompanhada com fezes muito escuras e com sangue, vômito com sangue, sensação de peso constante na região anal ou no estômago e perda de peso sem causa aparente. 

    Leia mais:

    Atividade física previne câncer de rins, dizem especialistas

    Dor ao urinar? A uretra pode estar com problemas

    Ai que dor nas costas. O que pode ser?