Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    PF apreende cerca de R$ 400 mil que seriam usados para fins eleitoreiros no AM

    As informações foram passadas em coletiva de imprensa com a participação do Superintendente da PF, Marcelo Saulo – foto: Emerson Quaresma
    As informações foram passadas em coletiva de imprensa com a participação do Superintendente da PF, Marcelo Saulo – foto: Emerson Quaresma

    Até a manhã deste domingo (5), a Policia Federal apreendeu aproximadamente R$ 400 mil na capital e no interior. Segundo o Superintendente da Polícia Federal, Marcelo Saulo, este dinheiro teria como destino a compra de votos.

    As informações foram passadas em uma coletiva realizada com o gabinete de gestão integrada da segurança do Estado. O superintendente ainda disse que não poderia revelar o nome das coligações ou candidatos envolvidos porque as investigações seguirão em segredo de justiça.

    De acordo com delegado de defesa institucional da PF, Fábio Pessoa, no inicio da tarde de ontem (4), foi lavrado um flagrante por corrupção eleitoral onde um veículo oficial estava entregando ‘ranchos’ no bairro João Paulo 2, Zona Leste da capital.

    “Neste caso, as pessoas foram encaminhadas à sede da policia de plantão permanente. Como é um crime afiançável, eles pagaram a fiança e as investigações continuam, não acabou com a prisão. O ultimo rancho que estava sendo entregue foi apreendido”, disse.

    Ainda de acordo com o delegado, neste sábado também foram apreendidos no Aeroporto Eduardo Gomes, em um voo para interior, RS6 mil reais e uma espingarda calibre 28. O delegado afirmou que neste caso não foi caracterizado como crime eleitoral. O dinheiro e a arma foram apreendidos e uma denuncia foi feita a justiça federal.

    Entre outras denuncias também foram lavrados dois Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs) por propagandas indevidas. Fábio Pessoa ainda contou que oito pessoas foram denunciadas por estarem abastecendo combustível em seus veículos com dinheiro de candidatos.

    “Fomos apurar esse caso e o delegado que foi acionado entendeu que não seria um flagrante e as pessoas foram ouvidas e aprendemos os cheques e valores. Amanhã Justiça Eleitoral decide como proceder”, contou o Fábio Pessoa.

    Interior
    No sábado, ainda foi flagrado o transporte de eleitores em Itacoatiara. Segundo o delegado, a situação foi apurada e duzentos bilhetes de barco foram apreendidos. Por se tratar de um crime inafiançável, duas pessoas estão detidas.

    Em Tabatinga, na madrugada deste domingo, pessoas foram detidas por corrupção eleitoral.  Um veículo Uno, branco, estava com vários santinhos de candidatos e com aproximadamente R$7 mil reais.

    Em Coari duas pessoas foram presas por boca de urna.

    Policia Civil
    A Polícia Civil apreendeu nos últimos dias valor na ordem de quase R$ 100 mil reais, que supostamente seriam usados para compra de votos. Segundo informações do delegado adjunto da Policia Civil, Mário Aufiero, foram R$ 15 mil ontem em Autazes, onde já tinha apreendidos R$ 41.420, com pessoas ligadas a coligação Renovação e Experiência.

    A PC apreendeu ainda R$ 31 mil no Careiro Castanho e R$ 2,5 mil em Lábrea, todos com pessoas que levavam material da coligação Renovação e Experiência.

    O Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICCR ) emitiu o primeiro relatório de ocorrências registradas no pleito. Até o presente momento, seis denúncias de boca de urna foram recebidas pelo 190, contudo em nenhuma delas foi constatada irregularidades.

    Equipe EM TEMPO Online