Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Comércio de Manaus espera faturar R$ 46 milhões no Dia dos Namorados

    Pesquisa da CDL-Manaus indica que a maioria dos manauenses ouvidos (24,5%) pretende gastar entre R$ 81 e R$ 100, mas a preferência do tipo de presente depende se o consumidor é homem ou mulher – foto: arquivo EM TEMPO
    Pesquisa da CDL-Manaus indica que a maioria dos manauenses (24,5%) pretende gastar entre R$ 81 e R$ 100, mas a preferência do presente depende se o consumidor é homem ou mulher – foto: arquivo EM TEMPO

    O varejo da capital amazonense deve faturar mais de R$ 46 milhões na semana do Dia dos Namorados, com um ticket médio de compras de aproximadamente R$ 91,50.

    As informações estão na pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Manaus (CDL-Manaus), divulgada nesta segunda (25).
    O mesmo levantamento indica que as mulheres estarão mais dispostas a presentear seus namorados. O número das que devem gastar na data, corresponde a 48,6% do total dos entrevistados, enquanto a parcela da clientela masculina não passa de 46,4%.

    Com relação à pretensão de gastos, as estimativas apontam que a maioria dos consumidores (24,5%) pretende dar presentes de R$ 81 até R$ 100.

    Entre as opções de compras, homens e mulheres diferem no gosto. Entre os entrevistados do gênero masculino, 17,6% têm a preferência em presentear aparelho de celular, 13% com perfumes ou similares, 12% com vestuário e 10,8% com joias e relógios.

    As mulheres, no entanto, preferem presentear com peças de vestuário (27,2%), calçados (18,1%) perfumes (11,5%) e, por último com celulares (10,3%).

    Centro X shoppings

    Os dados da sondagem também revelam que, mesmo com a popularização dos shoppings, a maioria dos consumidores está disposta a economizar comprando nos locais onde existem mais chance de pechincha: no comércio formal do Centro de Manaus, preferência de 39% dos entrevistados.

    Em segundo lugar vêm os centros de compras da capital, com 34,1 %, seguido pelo comércio do bairro (22%) e uma pequena parcela destinada a livrarias, supermercados, internet e camelôs.

    Na análise da CDL-Manaus, os números demonstram que o comércio tradicional da cidade, ainda é muito forte, e, por isso, detém a preferência da maioria dos consumidores, embora os shoppings tenham evoluído para centros comerciais gradativamente mais dinâmicos.

    lojistas de dividem

    Dois itens clássicos para presentear namorados e namoradas na data comemorativa são os bombons de chocolate e as flores. Mas, os lojistas se divergem em relação às projeções de vendas para este ano.

    O comerciante Lindenbergue Oliveira, da loja ‘Flora Orquídea’, se diz otimista com a vendas. “Ano passado, o montante de flores compradas pela loja, que foram 100 dúzias, foi insuficiente e acabou às 9h do Dia dos Namorados. Esse ano, aumentamos o estoque para 312 dúzias”, contou.

    O estabelecimento oferece a dúzia de rosas, a R$ 80. Se a flor preferida é o lírio do campo, o preço sobe R$ 180.

    A loja de chocolates ‘Bombons Finos’, por outro lado, está pessimista com as vendas deste ano levando em conta a atual situação econômica, como explica a gerente administrativa do estabelecimento, Jordana Pacheco.

    “Ano passado, nossas vendas foram ótimas. O comércio, no geral, vendeu muito bem na data. Porém, com a crise econômica deste ano, estamos tomando algumas precauções para evitar queda nas vendas como prevemos. Fizemos alguns produtos a um preço bem mais acessível”, ponderou.

    Na ‘Bombons Finos’ os produtos mais acessíveis são os corações de chocolate, que custam de R$ 2 à R$ 19. Os cartões com mensagens especiais, também feitos de chocolate, têm preços que variam de R$ 5 a R$ 19. Em média, os produtos da loja estão 30% mais baratos segundo Jordana.

    Por equipe EM TEMPO Online