Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Bandidos invadem agência do BB em Iranduba e roubam R$ 250 mil

    De acordo com o delegado titular do 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Paulo Mavignier, a ação dos bandidos começou ainda na noite dessa quinta-feira (28). - foto: divulgação
    De acordo com o delegado titular do 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Paulo Mavignier, a ação dos bandidos começou ainda na noite dessa quinta-feira (28). - foto: divulgação

    Quatro homens até o momento não identificados invadiram e roubaram na manhã desta sexta-feira (29) a agência do Banco do Brasil localizada no município de Iranduba (a 27 quilômetros da capital). O assalto ocorreu por volta de 9h e os bandidos levaram cerca de R$ 250 mil.

    De acordo com o delegado titular do 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Paulo Mavignier, a ação dos bandidos começou ainda na noite dessa quinta-feira (28).

    Após deixar o banco, na companhia de um segurança, o gerente seguiu para a estrada do município, mas o pneu do carro que conduzia furou. No momento em que as vitimas faziam a troca, dois homens se aproximaram oferecendo ajuda, mas em seguida anunciaram o assalto.

    Os suspeitos vieram no carro com o gerente até a casa dele, localizada no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus, onde pernoitaram fazendo a família refém.

    Ainda de acordo com delegado, na manhã de hoje, três suspeitos foram com o gerente para o banco e, assim que a agência abriu, anunciaram o assalto.

    Os funcionários foram mantidos reféns e todos os clientes que entravam na agência para usar o caixa eletrônico também eram mantidos presos.

    Um quarto elemento ficou na casa do gerente com a família dele, para evitar que o caso fosse denunciado à polícia.

    Os assaltantes fizeram o gerente abrir o cofre do banco e entregar o dinheiro. Após o roubo, o trio fugiu do local levando o carro do gerente e um funcionário do banco.

    O funcionário foi abandonado no Ramal do Ouro Verde e pouco depois o carro do gerente foi incendiado, tendo perda total.

    A polícia trabalha com a hipótese de que o crime tenha sido planejado pelos criminosos.

    O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (Derfd), em Manaus.

    Por Mara Magalhães (especial EM TEMPO Online)