Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Em Lábrea, funcionário da Caixa ateia fogo em agência para despistar furto de R$ 600

    O homem foi autuado por incêndio criminoso e por roubo majorado e ficará na carceragem da delegacia do município - foto: divulgação
    O homem foi autuado por incêndio criminoso e por roubo majorado e ficará na carceragem da delegacia do município - foto: divulgação

    O tesoureiro Daniel Goncalves Ribeiro, 40, foi preso por volta das 21h desta segunda-feira (20), suspeito de causar um incêndio em uma agência da Caixa Econômica Federal no município de Lábrea (a 702 quilômetros de Manaus). O incêndio ocorreu durante a madrugada e consumiu grande parte da agência. Não houve vítimas.

    De acordo com o titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) do município, Demétrius Queiroz, Daniel é funcionário do banco e teria forjado o incêndio para despistar o desfalque de R$ 600 mil, feito por ele nos últimos dois meses. O homem utilizou gasolina para atear fogo ao local.

    Ainda segundo o delegado, a intensão do suspeito era que todos acreditasse que o dinheiro tivesse sido queimado durante o incêndio, porém, câmeras de segurança de um estabelecimento comercial que fica na frente da agência filmou toda a ação do suspeito.

    Em depoimento à polícia, Daniel confirmou que ateou fofo no local para despistar as suspeitas do roubo. Durante revista na casa dele foi encontrada parte do dinheiro roubado, cerca de R$ 200 mil.

    O homem foi autuado por incêndio criminoso e por roubo majorado e ficará na carceragem da delegacia do município a disposição da Justiça.

    Por Mara Magalhães