Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Servidores da Eletrobras Energia suspendem a greve no Amazonas

    Foi apresentado um reajuste da inflação de 8,17% retroativo ao mês de maio, data base da categoria – foto: Gerson Freitas.
    Foi apresentado um reajuste da inflação de 8,17% retroativo ao mês de maio, data base da categoria – foto: Gerson Freitas.

    Servidores da Eletrobras Amazonas Energia suspenderam nesta quarta-feira (2) a greve iniciada na segunda-feira (30). De acordo com o Sindicato dos Urbanitários do Amazonas, os trabalhadores aceitaram a proposta apresentada pelo Tribunal Superior do Trabalho (TST).

    Foi apresentado um reajuste da inflação de 8,17% retroativo ao mês de maio, data base da categoria. Também foi acatada a proposta de dois tickets suplementares e a garantia do fechamento da data de um ano para o coletivo.

    O presidente do sindicato, Edney Martins,  esclareceu que no início da campanha salarial de 2015, a Eletrobras teria enviado uma proposta de reposição salarial dos mesmos 8,17%, índice que ficou abaixo da demanda dos servidores, que queriam reajuste de 11.58%. O porcentual exigido pelos trabalhadores correspondia à inflação do período mais a média do consumo de energia nos últimos três anos.

    “A empresa aumenta seus ganhos com o reajuste das tarifas de energia elétrica, mas não sinaliza se vai repassar o aumento salarial aos servidores. O percentual apresentado não faz sequer a reposição da inflação do período de maio do ano passado a setembro deste ano. Por conta disso, só restou para o trabalhador se manifestar”, frisou.

    Prejuízos

    A paralisação que teve duração de quatro dias prejudicou o atendimento das ocorrências decorrentes do último temporal que atingiu Manaus no último dia 29 de agosto. De acordo com Martins, a categoria manteve os 30% de funcionários exigidos por lei para atender a demanda da população.

    Por meio de nota enviada pela assessorial de imprensa, a Eletrobras Distribuição Amazonas informou que a operação do sistema de distribuição, as equipes de plantão e o serviço de Call Center (0800 701 3001) tiveram funcionamento normal e não foram afetados pela paralisação dos colaboradores na segunda-feira (31), terça-feira (1º) e quarta-feira (2), assim como a loja de atendimento: 10 de julho, no Centro e PAC´s do São José e Cidade Nova.

    Por Lindivan Vilaça