Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Moradores reivindicam cobrança de contas da Manaus Ambiental

    Os moradores fecharam a principal via do centro, causando, transtorno aos condutores. foto: asafe augusto
    Os moradores fecharam a principal via do centro, causando, transtorno aos condutores. foto: asafe augusto

    Aproximadamente 300 moradores da área do Parque Residencial Manaus, localizado entre as ruas Tarumã e Ipixuna, no Centro, interditaram a avenida Ramos Ferreira, por volta das 18h desta quinta-feira (3), durante um protesto pelas cobranças abusivas das contas de água que chegam a R$ 23 mil.

    De acordo com o publicitário Odenes Reis, 52, esse abuso já dura muito tempo. “Passamos por isso há sete anos e ninguém faz nada. Fomos ao Ministério Público e nada foi feito e ainda arquivaram nosso processo. É um desrespeito dessa empresa com o consumidor”, ressaltou o morador.

    Ainda de acordo com o publicitário, o parque residencial existe   há 7 anos e 10 meses e os moradores convivem todos os meses com esse abuso. Tem usuário que está restrições no Serviço de Proteção de Crédito (SPC), por não ter condições de pagar essas contas.

    Odenes disse ainda que quando moravam no igarapé, eles pagavam somente uma taxa para a concessionária e ressalta que o abuso começou depois que eles foram morar no residencial.

    A reportagem entrou em contato com a assessoria da concessionária Manaus Ambiental, mas não obtivemos resposta.

    Por Mairkon Castro