Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    PM que estuprou esposa do traficante João Branco é alvejado com sete tiros

    Stephen Miranda de Sena, de 33, foi atingido com mais de 7 tiros - fotos: divulgação.

    Um cabo da Polícia Militar, identificado como Stephen Miranda de Sena, de 33, e ex-integrante da equipe da equipe do delegado morto Oscar Cardoso, sofreu um atentado na noite da última terça-feira (15) na rua Visconde de Porto Seguro, no Parque das Laranjeiras, zona Centro-Sul de Manaus.

    Stephen é apontado como um dos homens sequestrou e estuprou a esposa do traficante de drogas João Pinto Carioca, o “João Branco”, com mais três homens. O episódio foi o estopim para o assassinado do delegado Oscar Cardoso, morto com mais de trinta tiros na porta de casa no bairro São Francisco, Zona Sul, em 09 de março de 2014.

    De acordo com informações da Polícia Militar, o cabo foi perseguido por dois homens em uma moto quando foi alvejado com sete tiros, deixando o seu carro, modelo Fox crivado de balas.

    Stephen foi levado pelo Serviço de Atendimento Médico de Urgência ao Hospital Pronto-Socorro 28 de Agosto e seu quadro de saúde era considerado crítico. Segundo informações de testemunhas, o tenente havia saído do trabalho, por volta das 19h30m, quando os homens o seguiram em uma moto até o local onde fizeram a emboscada.

    As imagens do circuito interno de uma casa em frente o local do incidente foi solicitada para tentar identificar os autores dos disparos e as circunstâncias do mesmo.

    Um Policial Militar que preferiu não se identificar afirmou que Stephen sofria ameaças de mortes pelo seu envolvimento no estupro.

    Outros crimes

    Stephen é acusado de autoria de outros crimes. Entre eles a morte do despachante da Cooperativa de Transporte Urbano do Estado do Amazonas (CVTRAN) Edney Pinheiro Batalha, de 39 anos. O despachante foi assassinado com três tiros, no ponto final da linha 805 de ônibus executivo, localizado na rua Gandu, no núcleo 8, da Cidade Nova 2, na Zona Norte, no dia 28 de novembro de 2013.

    Por Stenio Urbano