Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    ‘Passo a Paço’ e ‘Boi Manaus’ prometem agitar as comemorações de aniversário da capital

    A programação completa será divulgada em breve - foto: divulgação
    A programação para esse ano é diversificada a coordenação espera que 250 mil pessoas participem das comemorações do aniversário de Manaus - foto: divulgação

    Dois grandiosos eventos prometem agitar o calendário de comemorações de aniversário de Manaus neste ano. Um deles é a segunda edição da feira gastronômica ‘Passo a Paço’ e o outro o tradicional ‘Boi Manaus’.

    O pontapé inicial será o esquenta para o Boi Manaus que inicia no próximo domingo (11) e vai contar com a participação de seis artistas que vão se dividir no anfiteatro da Ponta Negra, a partir das 16h. O esquenta para o Boi Manaus é uma readaptação das tradicionais ‘feirinhas’ que eram realizadas semanas antes do evento. Nessa nova versão, os ‘esquentas’ vão se dividir em duas etapas: o primeiro no dia 11 e o segundo no dia 18. Todos serão realizados na Ponta Negra.

    Lembrando que no dia 17 vai acontecer a segunda edição ‘Passo a Paço’, a feira pretende reunir mais 39 chefs, que foram escolhidos a dedo através de uma licitação lançada desde o início do ano pela Fundação de Cultura e Turismo (Manauscult).

    Paralela à feira gastronômica, os esquentas para o Boi Manaus encerram com o grande evento, que para esse ano, foi dividido em dois circuitos: um na avenida Itaúba e outro na Ponta Negra, que vão acontece simultaneamente nos dias 23 e 24 de outubro.

    Para os dois dias oficiais do Boi Manaus, os artistas serão divididos nos dois circuitos para atender todo o público presente, estimado em 250 mil pessoas.

    "Estamos preparando tudo para dar uma nova cara ao evento, atrair mais público para nossa maior festa e dar mais conforto aos brincantes do boi. Ficamos muito satisfeitos com a colaboração dos artistas para a programação", destacou o diretor-presidente da Manauscult, Bernardo Monteiro de Paula.

    De acordo com o prefeito Arthur Neto, a ideia de associar o ritmo que projetou a cultura amazonense no Brasil e no mundo ao mais amazônico cartão postal de Manaus foi discutida entre os artistas e depois foi inovada para conter os gastos. “O custo esse ano é mínimo, pois estamos valorizando a cultura da terra e nossos artistas”, ressaltou o prefeito Artur.

    O evento de lançamento contou ainda com a apresentação de diversos artistas locais, além das fotos oficiais dos artistas e dos chefs que vão abrilhantar o calendário oficial de aniversário da cidade de Manaus.

    Por Mairkon Castro