Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Microsoft fecha fábrica no PIM e demite funcionários

    Microsoft adotou um plano de reestruturação dos negócios para aumentar a eficiência nas operações- foto: divulgação
    Microsoft adotou um plano de reestruturação dos negócios para aumentar a eficiência nas operações- foto: divulgação

    Microsoft vendeu a sua fábrica situada no Polo Industrial de Manaus (PIM). O fechamento causou a demissão de quase 1,2 mil trabalhadores da empresa.

    O número de funcionários demitidos representa metade dos 2,4 mil colaboradores funcionários que a empresa mantém no Brasil.

    Conforme a empresa, o plano faz parte da reestruturação dos negócios de dispositivos móveis anunciada pela companhia. “A Microsoft tem procurado formas de aumentar a eficiência nas operações. Depois de uma profunda e minuciosa avaliação, e sujeita à aprovação regulatória final, a Microsoft decidiu contratar para a fabricação de Xbox e de smartphones no Brasil o nosso parceiro de negócios, a Flextronics, a partir de janeiro de 2016”, afirmou a empresa por meio de nota à impressa.

    Uma das vantagens que a gigante norte-americana poderá ter são os incentivos fiscais e também por ficar mais próxima aos mercados consumidores dos grandes centros urbanos, como Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

    Essa não é a primeira etapa de demissão em massa da empresa, em julho deste ano, a fábrica demitiu funcionários da antiga Nokia, a única planta de celulares da companhia no País, que aderirem ao Plano de Demissões Voluntária (PDV).

    No Brasil, a empresa possui 2,4 mil colaboradores, a maioria em Manaus, de acordo com informações da assessoria de comunicação da multinacional.

    Cortes

    Segundo a Microsoft, o objetivo é reduzir custos e simplificar operações. A companhia já declarou que irá cortar até 7,8 mil postos de trabalho em todo o mundo, a maior parte no segmento de telefonia móvel, após a perda de participação no mercado.

    Por Stênio Urbano