Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Praia da Ponta Negra será interditada nesta quarta-feira

    Para os banhistas, o rio será interditado por 45 dias - foto
    Para os banhistas, o rio será interditado por 45 dias - foto

    Em razão da vazante, a cota do rios atingiu 15,95 metros de profundidade nesta terça-feira (27), segundo dados da Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM), considerada perigosa para os banhistas que costumam frequentar a praia da Ponta Negra, localizada na Zona Oeste de Manaus. Como medida de segurança, o balneário será interditado a partir de amanhã (28), pela prefeitura.

    Para os banhistas, o rio será interditado por 45 dias, até que o nível volte a atingir 19 metros - cota recomendada-,  medida para prevenir que banhistas sofram acidentes, como  queda em buracos e depressões, comuns com o rio mais seco,  conforme informou o superintendente do Serviço Geológico do Brasil (CPRM), Marco Antônio Oliveira.

    A medida foi tomada em cumprimento  ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) de março de 2013, que estabeleceu uma profundidade mínima de 16 metros no Rio Negro. O termo, coordenado pelo Ministério Público, foi acordado também pelo Corpo de Bombeiros da Polícia Militar, Policiais Militares (PM), além da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e o Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), que firmaram o compromisso de fechar a praia, quando se tornasse imprópria para ser frequentada.

    No ano passado, no mesmo período, a cota era de 19,93m.

    A prefeitura ressaltou que o calçadão e a parte seca (areia), além dos quiosques da Ponta Negra, estarão livres para a prática de esportes e passeios. Para quem não dispensa um banho na praia, chuveiros serão instalados no balneário.

    Em 2012, foi realizada uma interdição, após serem registradas 12 mortes por afogamento. Na ocasião,  foi assinado o TAC para estabelecer um limite de segurança.

    Por equipe EM TEMPO Online