Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Moradores montam barreira, mas não impedem desocupação na Cidade das Luzes

    Um homem, ainda não identificado, ateou fogo em si mesmo- foto: Luis Henrique Oliveira
    Um homem, ainda não identificado, ateou fogo em si mesmo- fotos: Luis Henrique Oliveira

    Com paus, pedras e fogo, moradores montaram uma barreira na entrada do ramal da Anaconda para impedir o acesso de policiais militares e do oficial de Justiça à Comunidade Cidade das Luzes e tentar evitar o cumprimento da reintegração de posse no local. Com tratadores, os policiais removeram a barreira, por volta das 6h30, desta sexta-feira (11), na Zona Oeste de Manaus. A desocupação começou com a retirada dos moradores dos casebres.

    A ordem de desocupação foi expedida pela Vara Especializada em Meio Ambiente e Questões Agrárias (Vemaqa). Um homem, ainda não identificado, ateou fogo em si mesmo. Ele foi socorrido e levado de helicóptero ao Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, na Zona Centro-Sul da capital.

    Segundo a Secretaria de Segurança Pública, aproximadamente 1,8 mil famílias moram na invasão. Líderes da associação de moradores disseram que eram cinco mil. Trezentos barracos foram construídos no terreno.

    O secretário-executivo do Gabinete de Gestão Integrada (GGI), Frederico Mendes, informou que 700 servidores atuam na ação. Eles foram solicitados pela Procuradoria Geral do Município para prevenir danos ambientais.

    Aproximadamente 1,8 mil famílias moram na invasão
    Aproximadamente 1,8 mil famílias moram na invasão
    Tensão, medo e pavor marcaram essa manhã na Cidade das Luzes - foto: Ricardo Oliveira

    cidade-das-luzes