Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    No Santa Etelvina, homem é assassinado com sete tiros em bar

     Damião estava no bar quando foi abordado por uma dupla em uma motocicleta. O garupa disparou oito vezes, sendo que sete tiros atingiram Damião no peito, barriga e cabeça - foto: divulgação
    Damião estava no bar quando foi abordado por uma dupla em uma motocicleta. O garupa disparou oito vezes, sendo que sete tiros atingiram Damião no peito, barriga e cabeça - foto: divulgação

    Damião Paulo Ramos, 26, foi assassinado com sete tiros, em um bar, na rua Nossa Senhora da Conceição, bairro Santa Etelvina, Zona Norte. Conforme a Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS), o crime pode estar relacionado com a disputa pela liderança do tráfico de drogas na região. Um irmão da vítima foi assassinado há quatro meses pela mesma suspeita.

    A polícia informou que a vítima é apontada por testemunhas como autor do homicídio de um traficante identificado como André Silva, o ‘Bocão’. O gêmeo de Damião, Cosme, morreu há pouco mais de quatro meses, vítima de assassinato.

    Conforme o relatório da DEHS, Damião estava no bar Terraço Drink’s, quando foi abordado por uma dupla em uma motocicleta. O garupa apontou a arma em direção a vítima e disparou oito vezes, sendo que sete tiros atingiram Damião no peito, barriga e cabeça.
    Investigadores da DEHS informaram que Damião matou ‘Bocão’ para vingar a morte do irmão. Testemunhas relataram ao agora que um traficante identificado como ‘Douglinhas’ ou ’Doug’ é suspeito de matar Damião. “Todos sabem o motivo da morte de Damião. ‘Doug’ não aceitava a morte de seu aliado ‘Bocão’ e por isso matou ele (vítima). Até que o ‘Doug’ tinha sumido daqui, mas ele voltou e aconteceu isso”, disse uma moradora.

    Familiares da vítima, que estavam no Instituto Médico Legal (IML) não quiseram comentar as circunstâncias do crime.

    Por Thais Gama