Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    UEA e Universidade da Coreia fazem parceria visando crescimento do PIM

    O progresso do acordo entre as universidades foi comemorando por membros da comitiva coreana que está em Manaus - foto: divulgação
    O progresso do acordo entre as universidades foi comemorando por membros da comitiva coreana que está em Manaus - foto: divulgação

    A Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a Universidade da Coreia fortaleceram na manhã dessa segunda-feira (15) a parceria entre as duas instituições visando o crescimento das tecnologias, inovações e o fomento no Polo Industrial de Manaus (PIM) através de projetos realizados na academia.

    De acordo com o reitor da UEA Reinado Costa, o foco é desenvolver novas tecnologias que possam ser aplicadas em escala industrial. Projetos conjuntos em inovação, e desenvolvimento de tecnologia de alto valor agregado que, segundo ele, muito interessa ao polo industrial de Manaus, desenvolvendo um cenário de participação entre as academias e a indústria.

    “A parceria já tem mais de um ano. Nós visitamos a Coreia no ano passado, e agora eles vieram nos visitar, conhecer nossos laboratórios e pesquisadores, e integrar as linhas de pesquisas para a partir disso termos a mobilidade de professores e alunos daqui e de lá participando desse conjunto”, explicou Costa.

    O progresso do acordo entre as universidades foi comemorando por membros da comitiva coreana que está em Manaus. Segundo o Pró-Reitor da Faculdade de Engenharia da Universidade da Coreia, Doutor Jinwoo Park, a parceria entre os países trará bons frutos no futuro. “Nós temos uma mudança para acontecer na universidade e a troca de informações será primordial, mas isso será em um longo prazo. São diferentes universidades, e diferentes países, áreas e cultura, mas podemos ter interesses em comum”, disse Park ressaltando que com a visita dos coreanos no Brasil, e do reitor da UEA a Coreia foram identificadas as áreas para atuar e contribuir uns com os outros, principalmente em ciência e tecnologia que, segundo Jinwoo Park, são áreas bem fortes em ambas as universidades.

    Trata-se de um acordo de cooperação técnica entre as duas universidades. Os recursos já estalados em ambas as universidades como os laboratórios e recursos humanos.

    Asafe Augusto e assessoria