Fonte: OpenWeather

    Sem Categoria


    Ajudante de pedreiro é assassinado a tiros enquanto assistia filho jogar futebol

    Alberto foi morto a tiros depois de uma discussão com dois homens que fugiram em uma motocicleta - foto: arquivo pessoal
    Alberto foi morto a tiros depois de uma discussão com dois homens que fugiram em uma motocicleta - foto: arquivo pessoal

    O ajudante de pedreiro Luis Alberto Araújo Barroso, 33, foi assassinado a tiros, na noite de quinta-feira (14), enquanto assistia o filho jogar uma partida de futebol no Centro Desportivo da Compensa (CDC), na rua Teófilo Dias, bairro Compensa 2, Zona Oeste de Manaus.

    Testemunhas relataram à polícia que Alberto conversava com dois homens, não identificados, por volta das 22h15. Houve um desentendimento e um dos homens sacou um revólver e atirou à queima-roupa. Alberto foi atingido no peito e cabeça e morreu na hora.

    A mulher dele, Valdenira Silva, 42, estava em casa dormindo quando foi avisada pelos vizinhos que o marido havia sido baleado por dois homens.

    “O meu esposo foi ver o filho adolescente jogar futebol. Reconheço que ele era usuário de drogas, mas desconheço se tinha alguma dívida ou se estava sendo ameaçado de morte. Os amigos dele não puderam fazer nada para impedir o crime”, disse Valdenira.

    No site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) consta que Alberto saiu da cadeia em 2014 depois de cumprir pena por tráfico de drogas.

    Por Josemar Antunes

    Mais lidas

    1. Em trabalho de parto, mulher dá à luz em carro com ajuda de PMs